Os pensamentos negativos podem tornar-se a nossa maior dor de cabeça. Os pensamentos negativos são o principal conteúdo da preocupação excessiva e igualmente das ruminações que nos ocupam a mente. Os pensamentos negativos em si mesmo não são um problema. Ninguém é imune aos pensamentos negativos. O que usualmente agrega problema aos pensamentos negativos que possamos ter, é aquilo que pensamos acerca desses mesmos pensamentos. E, se aquilo que pensamos acerca desses pensamentos negativos nos encaminha para pensamentos pessimistas, derrotistas, catastróficos ou deprimidos, torna esses pensamentos negativos num problema para a nossa vida.

“O que quer que você lute, você fortalece, e o que você resiste, persiste.” – Eckhart Tolle

Você já se pegou a ser crítico, a julgar-se, ou cheio de medo e preocupação? Você fica usualmente muito preocupado e angustiado com os pensamentos negativos que tem? O seu humor diminui drasticamente quando os pensamentos negativos disparam na sua cabeça? Se algum destes cenários custumam acontecer-lhe recorrentemente, então este artigo pode ajudá-lo.

Nós vamos aprendendo que os pensamentos negativos são ruins, que eles são “tóxicos”, que são desprezíveis, e que aprisionam a nossa felicidade e por aí diante. Nós vamos aprendendo que para nos sentirmos seguros e confiantes devemos banir os pensamentos negativos das nossas vidas. Vai crescendo em nós uma repulsa acerca dos pensamentos negativos, de tal forma, que quando eles se abatem sobre nós, julgamos que temos um problema grave, ou que somos pessoas tristes, ou deprimidas, ou pessimistas. Não, não é necessariamente assim. Essas aprendizagens não correspondem à realidade e prejudicam-nos a vida.

PENSAMENTOS NEGATIVOS E ANSIEDADE

Alguns dos nossos padrões de pensamento negativo podem fazer disparar a ansiedade. A ansiedade não é algo que tem vida própria ou que está ausente de avaliações da nossa parte. A ansiedade e as preocupações têm a sua origem no conjunto de pensamentos e comportamentos que se tem depois da avaliação de um determinado pensamento negativo que nos aparece na mente. Quando a ansiedade se torna um problema na vida de alguém, os padrões de pensamento negativos tornaram-se um hábito prejudicial. É quase como se tivéssemos crescido acostumados a ter pensamentos preocupantes. A boa notícia é que todos os maus hábitos podem ser quebrados e este não é exceção. Você é capaz de aprender a aceitar os seus pensamentos negativos e com isso facilitar a mudança para pensamentos positivos.

Quando se sofre com a ansiedade há três pensamentos insalubres que podem emergir. O primeiro é pensar negativamente acerca dos pensamentos negativos, o segundo é o pensamento obsessivo, o terceiro é a forma de pensamento “e se”.

Então, o que você faz com todo esse lixo negativo que se instala na sua cabeça? Como você lida com isso, e como consegue mudar um pensamento negativo para um pensamento positivo? Se você está tentando evitar não ter pensamentos negativos, certamente não tem sido bem sucedido, dado que esse processo é contraproducente.

A saber: O problema não está em ter pensamentos negativos, mas sim no que se faz a partir deles.

Vamos então reestruturar algumas crenças negativas acerca do pensamento negativo para crenças positivas:

1. É NORMAL TER PENSAMENTOS NEGATIVOS

A mente humana tem em média sessenta mil pensamentos todos os dias, e desse total de pensamentos, algumas pessoas têm 60% a 70% de pensamentos negativos. Pensamentos do género:

  • Eu não sou bom o suficiente.
  • As coisas nunca vão dar certo para mim.
  • Eu nunca vou ser capaz de reduzir a ansiedade.
  • Eu não sou inteligente o suficiente.
  • Eu não sou atraente o suficiente.
  • Eu não consigo estar sozinho.
  • Deve haver algo de errado comigo.
  • Eu sou o único a passar por isso.
  • Tudo está contra mim
  • A sorte não é minha aliada

A maioria de nós somos inundados com pensamentos negativos. Até mesmo as pessoas que são mais positivas, em determinados momentos do seu dia ou da sua vida são invadidos por pensamentos negativos. E esta é a grande notícia. Esta é a crença que deve ser reestruturada. Os pensamentos  negativas são uma parte normal do funcionamento humano. Isto significa que você não tem que se preocupar excessivamente com o fato de, por vezes dispararem na sua mente alguns pensamentos negativos. O que realmente importa é aprender a lidar com os pensamentos negativos de forma construtiva. Isto leva-nos à segunda boa notícia:

pensamentos negativos

2. VOCÊ NÃO TEM DE SEGUIR OS SEUS PENSAMENTOS NEGATIVOS

Você realmente não tem que seguir ou acreditar nos seus pensamentos negativos. É tão simples como isso. Passo a explicar. A nossa mente dispara pensamentos negativos perante determinados estímulos (internos ou externos) no sentido de chamar a atenção da consciência. Este processo ocorre, numa tentativa de repor o equilibro físico ou emocional que possa estar a ser afetado por uma determinada situação que esteja a ocorrer. A partir deste processo, o que anula o beneficio inicial dos pensamentos negativos é a interpretação pejorativa, derrotista, pessimista, ansiosa ou deprimida que se possa ter. Primordialmente, podemos partir do principio que todos os pensamentos que temos não são bons ou maus, ou seja, simplesmente cumprem um objetivo. Se percebermos esse objetivo, não nos fundirmos aos pensamentos negativos, e ficamos cientes que nós não somos os nossos pensamentos, colocamo-nos numa posição vantajosa para podermos retirar valor da informação que nos chega à mente na forma de um pensamento.

A saber: Os pensamentos são apenas uma parte daquilo que uma pessoa é. E, a pessoa é o “todo” que consegue pensar acerca do seu próprio pensamento.

Ser capaz de separar os seus pensamentos do senso que tem de si mesmo, é um dos processos mais úteis que você pode desenvolver para mudar qualquer mau hábito, inclusive os pensamentos negativos.

Faça o seguinte exercício mental. Pense em si mesmo como sendo composto de várias componentes.

  • Pensamentos
  • Sensações físicas
  • Comportamentos
  • Sentimentos
  • Consciência
  • Estado de ser

Isto significa que você não é os seus pensamentos. Você é muito mais. Os seus pensamentos são uma ferramenta que pode usar para organizar a sua vida deliberadamente.

A saber: Todos os seus pensamentos e percepções são filtradas através do seu sistema de crenças, e é esse filtro que faz com que os pensamentos negativos que chegam à mente possam ser interpretados negativamente. A negatividade é criada no filtro.

Você não tem que analisar os seus pensamentos desagradáveis de forma negativa ou preocupar-se com eles de forma excessiva. Eles são apenas pensamentos. Se você realmente quer diminuir a sua frequência ou não permitir que se enraízem ao ponto de se tornarem num padrão negativo de pensar acerca de si mesmo e da vida, pare de orientar-se pelos seus pensamentos negativos. Analise-os, perceba o que está verdadeiramente na sua raíz, e que informação útil pode retirar.

Você não é aquilo que pensa, você não é os seus pensamentos. Você é aquele que decide se aquilo que surge na sua mente ou aquilo que está a pensar lhe serve ou não.

Você pode ou não seguir um pensamento negativo que se forma na sua mente, essa é um decisão sua. E você pode sempre decidir ser construtivo acerca do seu pensamento negativo. O que nos leva á terceira boa notícia: 

3. VOCÊ PODE SER POSITIVO ACERCA DOS SEUS PENSAMENTOS NEGATIVOS

Como já referi anteriormente, não há nada de errado em ter um pensamento negativo. O que mais importa é perceber o seu objetivo, a sua raíz e enquadramento. No exato momento que toma consciência que está a ter um pensamento negativo, tem a possibilidade de acionar uma análise positiva acerca do pensamento negativo, utilizando as premissas atrás referidas (objetivo, raíz, enquadramento). No entanto, após uma breve análise, se continuar a não perceber a razão dos seus pensamentos negativos, e se estes não estão de acordo com a sua forma de olhar o mundo, então é simples, não lhes dê importância, simplesmente não os passe à ação, ou não lhes dê ouvidos.

Perante a consciência de que está a ter um pensamento negativo, evite  saltar para “avaliações negativas” do género:

“Eu não sou bom o suficiente. Se eu fosse bom o suficiente, eu não teria tido este pensamento negativo em primeiro lugar. “

Ebook – Como Mudar Sua Vida para Melhor

Este tipo de avaliação negativa acerca do seu pensamento negativo acontece porque você rejeita, tem medo e abomina os seus pensamentos negativos. Para que os seus pensamentos negativos diminuam, ou deixem de ser mal interpretados, é necessário dar um primeiro passo muito importante. É necessário aceitar os seus pensamentos negativos. É preciso olhá-los de frente, deixá-los permanecer na mente o tempo suficiente para perceber que são apenas pensamentos, e que nada de mal podem causar-lhe. Bem, podem causar-lhe mal ou problemas, se você se confundir com eles, ou se fundir a sua identidade a eles e, com isso passar a agir de acordo com o conteúdo dos seus pensamentos negativos. Mas este cenário só é possível se você se permitir a fazê-lo.

A opção oposta e bem mais favorável, é decidir ser positivo acerca dos seus pensamentos negativos.  Da próxima vez que você tiver um pensamento negativo que o faça sentir-se desconfortável, tente o seguinte:

Observe o seu pensamento, como: “Ah, olá pensamento. Eu sei que aquilo que estou a pensar pode não ser útil para mim, isto é apenas um pensamento. Oh, bem, eu posso continuar a ruminar nisto, mas também posso decidir não fazê-lo, até porque eu tenho coisas para fazer hoje, então, vou fazer o que tenho a fazer, e volto a dar atenção a este pensamento mais tarde.” Esta é uma forma positiva de abordar um pensamento negativo.

Ser positivo acerca dos seus pensamentos negativos é uma decisão. Certamente é necessário treino, dedicação e persistência até ganhar a disciplina mental necessária para orientar a sua atenção consciente  e ativa para onde determina e quer que ela esteja. Mas difícil não é impossível, e certamente vale o esforço e empenho.

Abraço