Se chegou até este artigo, provavelmente você está sofrendo com a ansiedade e procura uma maneira de lidar com o incomodo que tem vindo a sentir. Provavelmente você é o principal responsável da manutenção dos sintomas que a ansiedade faz disparar. Não estou querendo dizer que você não tem motivos para sofrer com a ansiedade, de todo. Mas, provavelmente alguns dos seus pensamentos, comportamentos e crenças estão contribuindo para a manutenção ou aumento da sua ansiedade. Pode parecer um pouco confuso, ou até mesmo ofensivo. Por este motivo pretendo esclarecê-lo acerca de alguns hábitos que podem estar promovendo a sua ansiedade.

Há muitas maneiras que mantêm o reforço da sua ansiedade, mesmo sem você dar conta. Há hábitos destrutivos que fazem disparar os seus sentimentos negativos de tensão e nervosismo. Hábitos que você nem percebe que tem. Felizmente, também há maneiras de mudar. O primeiro passo a ser dado é começar a ficar ciente desses hábitos destrutivos, e isso é exatamente o ponto fulcral deste artigo.

1. PRIVAÇÃO DO SONO E CICLOS DE SONO DE MÁ QUALIDADE

Termos um sono restaurador é uma necessidade absoluta, se você quer ser saudável de corpo e mente. Descansar corretamente e sentir-se restaurado e recuperado não é uma questão de dormir muito quando você sente que deve fazê-lo. É tudo sobre ir tendo a quantidade certa de sono, nos padrões regulamentados.

Em termos simples, você deve certificar-se que tem 7-9 horas de descanso adequado a cada noite, e é aconselhado que vá para a cama mais ou menos à mesma hora todas as noites. Uma vez que você se acostume a fazer isso, vai achar que é mais fácil adormecer, promovendo ainda um sono restaurador. Se você tem problemas de insónia, deve tentar fazer mais exercício físico durante o dia e beber um chá de ervas relaxantes antes de dormir. Para aprofundar o assunto sobre as insónias, leia: 6 Dicas para melhorar os seus problemas de insónia.

2. USO DE ESTIMULANTES / ABUSO DE SUBSTÂNCIAS

As pessoas que sofrem de ansiedade devem evitar o uso de estimulantes de qualquer tipo: café, açúcar refinado, tabaco, refrigerantes com cafeína. Esses estimulantes e/ou substâncias vão gradualmente aumentar aos seus estados de tensão interna. Se sente que a sua ansiedade está a prejudicar a sua vida e pretende aprender a lidar e a diminui-la, você deve comprometer-se consigo e reunir a força de vontade para limitar as suas ingestão de estimulantes.

O abuso de substâncias é ainda mais problemático. É comum, algumas pessoas usarem substâncias para melhorarem o humor como um último recurso desesperado para gerir a sua ansiedade. Esta é apenas uma maneira de transformar um grande problema em dois problemas maiores, já que o vício é o resultado mais provável. Transtornos de abuso de substâncias, juntamente com transtorno de ansiedade pode ser bastante desastroso, por isso você deve fazer o seu melhor para não confiar em substâncias como o álcool ou drogas (legais ou não) para encontrar a sua zona de conforto.

3. LEVAR UMA VIDA SEDENTÁRIA

Há muito poucas pessoas que sofrem de transtorno de ansiedade que, na verdade, levem uma vida saudável e façam atividade física regular. A causalidade entre ter um estilo de vida sedentário e pessoas que sofrem de depressão ou ansiedade é bastante clara. O sedentarismo e a ansiedade andam de mãos dadas.

Como a maioria das pessoas que sofre de ansiedade, você provavelmente não exercita o seu corpo adequadamente. Você provavelmente tem as suas razões: talvez você não tenha tempo, talvez você não tenha energia suficiente, talvez falte-lhe a força de vontade. Não tem problema. Você só precisa focar a sua atenção e vontade para iniciar algum tipo de atividade de baixa intensidade. Você não tem de progredir de rei do sofá para um atleta de elite.  Se você precisa de motivação pondere ler alguns dos nossos artigos:

pensamentos negativos

4. SER VÍTIMA DA ANSIEDADE

A ansiedade, provavelmente está a arruinar a sua vida e a fazer com que você sinta que está perdendo o controle. Em muitos casos de ansiedade a pessoa sente que a grande maioria das coisas à sua volta está a desmoronar-se, porque ela não consegue encontrar maneiras de lidar com o transtorno de ansiedade. Como tal, é muito fácil a pessoa começar a pensar como se fosse uma vítima da sua ansiedade. Bem, isso não é verdade.

Provavelmente, de forma mais ou menos consciente, você foi contribuindo para os seus estados ansiosos e angustiantes, fazendo algumas escolhas de estilos de vida errados. A minha intenção não é fazê-lo sentir-se culpado. Claramente, não. A razão pela qual abordei este assunto é para ajudá-lo a entender que tem sido sempre você que tem estado no controle da sua vida, e que adotar uma perspetiva de vítima em nada vai diminuir a sua ansiedade.

Se você sente-se perdido e sem esperança, então deve ponderar a possibilidade de fazer mudanças positivas na sua vida, e aumentar as chances de começar a obter resultados positivos. Leia: Abandone a mentalidade de vítima.

5. VOCÊ CONTRA O MUNDO

Quando se sofre de ansiedade, principalmente por períodos prolongados, tem-se uma tendência a antagonizar o mundo. É natural. Provavelmente você sente como se ninguém entendesse o seu sofrimento e fosse mal interpretado. Neste estado, vai-se criando a noção que é muito difícil manter o equilíbrio. Eventualmente você às vezes age de maneiras peculiares e as pessoas podem ser levadas a afastar-se de alguns dos seus comportamentos. Com a sua ansiedade a piorar, aumenta a probabilidade de ir afastando-se daquilo que lhe causa incómodo, pode até ir isolando-se dos outros, parecendo que tudo está a ficar estranho e assustador.

Bem, este é provavelmente o maior de todos os hábitos destrutivos de quem sofre de ansiedade. Se pouco a pouco você se for separando do mundo,  só porque sofre de ansiedade, certamente irá piorar as coisas. Você precisa de tomar medidas na direção oposta. Abra-se com a sua família e amigos de confiança. Participe num grupo de apoio, onde você pode compartilhar experiências com pessoas que enfrentam problemas semelhantes. Procure um psicólogo, se você pode pagar. Faça o que fizer, certifique-se que abraça o mundo ao seu redor, em vez de afastar-se dele.

VOCÊ INSISTE EM ALIMENTAR A SUA ANSIEDADE?

Ocupe alguns minutos para refletir sobre estes cinco maus hábitos típicos de quem sofre de ansiedade, e seja honesto consigo mesmo. Verifique se você está propenso a esses padrões de comportamento negativos ou não. É importante que entenda que olhar de frente as questões abordadas anteriormente irá fornecer-lhe uma base segura para o tratamento da ansiedade, independentemente da sua opção de escolha.

As suas opções podem por vezes parecer limitadas, mas há realmente muito que pode fazer para manter a sua ansiedade sob controle. Pode ser necessário um esforço considerável e persistência, e pode ser importante implementar algumas mudanças de estilo de vida. Mas uma vez que você percebe o quão aparentemente ações não relacionadas estão de fato reforçando a sua ansiedade, você vai tomar consciência que é muito mais fácil de entender aquilo que está passando. Lidar com isso vai tornar-se um hábito.

Leia: Consultas online para o tratamento da ansiedade

Abraço,

Miguel Lucas