É comum sermos atingidos por um ataque de pessimismo. É difícil ver os aspetos positivos na vida e tornar-se um otimista quando você está perdido nas águas turvas do pensamento negativo. O padrão de pensamento destrutivo chamado de pessimismo na grande maioria das vezes instala-se porque afunilamos a atenção para tudo o que é negativo e sombrio. Passamos a de olhar a vida por uma perspectiva catastrófica e vitimizante. Neste artigo, vou explorar oito hábitos positivos que permitem criar uma perspectiva mais otimista e positiva de olhar a vida. Na sua aplicação prática, recomendo que não adicione todos os hábitos de uma só vez. Escolha um ou dois hábitos e coloque-os em prática por um período mínimo de 15 dias para que se torne um hábito duradouro, antes de adicionar o próximo.

Eu pretendo que o meu otimismo tome conta da minha mente, que tranquilamente oriente as ações do meu corpo, que de forma assertiva domine as minhas percepções, e que conjuntamente em consciência, eu e o meu otimismo, juntos nos unamos para sempre acharmos a melhor solução. Não tenho tempo a perder. Vou-me atrever a que cada célula do meu corpo seja comandada pela força do meu otimismo, e que isso se transforme num desejo para a vida. -  Miguel Lucas

 1 - Faça a si mesmo boas perguntas

Este é o passo mais simples, mas talvez também o hábito mais importante para adotar uma mentalidade otimista. As perguntas que fazemos a nós mesmos dia após dia quando colocadas por uma perspectiva tendencialmente pessimista, conduzem-nos inevitavelmente para caminhos difíceis ou incertos, prejudicando-nos o foco numa solução viável.

Nublados pelo pessimismo poderíamos fazer a nós mesmos, perguntas como:

  • “Por que isso aconteceu comigo?”
  • “Por que coisas ruins me acontecem o tempo todo?”
  • “Porque nunca tenho sorte nenhuma?”

Importa fazer melhores perguntas, alinhadas com uma perspectiva virada para a solução. Perguntas com uma perspectiva otimista são:

  • “O que posso fazer para melhorar esta situação?”
  • “O que posso aprender com esta situação?”
  • “Qual o passo mais pequeno que posso realizar para começar a resolver esta situação?”

2 – Seja grato pelo que você tem, contemple

Uma maneira muito simples e rápida para aumentar a energia positiva na sua vida é praticar a gratidão. Deixo alguns exemplos de como pode fazê-lo através de algumas perguntas:

  • O que tenho na minha vida hoje pelo qual posso estar grato?
  • Quem são 3 pessoas que eu posso ser grato por ter na minha vida e porquê?
  • Quais são as três coisas que eu posso ser grato a meu respeito?

Na grande maioria das vezes andamos na nossa vida em piloto automático, damos tudo por garantido. Não temos consciência das coisas boas que possuímos. Importa aumentar a consciência para todas as boas coisas que temos. Acredito que quando enfrentamos um problema, ser-se grato pelo que se tem não resolve nada, no entanto, pode ajudá-lo a energizar-se e a ficar num estado de ser mais positivo para solucionar o que o incomoda.

positivo

Contemplo,

Fico uno com a natureza,
Aproximo-me da sua grandeza,
Relativizo as questões da vida, por momentos pertenço a algo grandioso,
Inspiro, expiro e vivo um momento encantado,
Deslumbro-me, olho para dentro e sinto a liberdade a apoderar-se de cada célula do meu corpo,
Um corpo que sente a brisa do vento, que desvenda as nuances das cores, o chilrear dos pássaros,
Permaneço imóvel,
A tranquilidade é alimento para o espírito,
Os pensamentos lentificam-se,
Quero ficar ali, simplesmente ficar,
Como é bom vivenciar a grandiosidade da unificação com a natureza,
Sempre ali, pronta a oferecer a melhor das recordações,
Sempre ali ávida para interagir na minha experiência,
Inspiro e expiro,
A cada momento sou abençoado por algo que me é dado sem ter que dar nada em troca,
Mas eu troco, apercebo-me que troco olhares, respirações, sensações que me permitem experienciar algo que não tem preço,
Sinto-me leve, livre, energizado e preenchido,
Ali fico a contemplar.

- Miguel Lucas

3 – Não se esqueça de regenerar-se e cuidar-se

Ser otimista e positivo não é apenas sobre pensar de uma maneira diferente e virada para a solução. É também ter a noção de que temos um corpo e quanto melhor cuidarmos dele mais preparados e fortalecidos estamos para enfrentar as dificuldades ou para promovermos a obtenção dos nossos objetivos.

Mente sã em corpo são. O ditado é antigo mas sábio. Precisamos de ter um sono restaurador, de exercitar o corpo e de alimentá-lo devidamente para que possamos sentir-nos bem. Por isso, não negligencie estes fundamentos básicos. Cuidar do seu corpo físico da maneira correta pode minimizar os problemas da vida.

4 – Comece o seu dia de forma otimista

A maneira de iniciar o seu dia pode definir o desenrolar do resto do seu dia. Nem sempre controlamos tudo o que se passa ao nosso redor, e certamente sofremos influencia daquilo que é o espaço em que a nossa vida se movimenta. Coisas boas e coisas más acontecem. No entanto, nós temos sempre a possibilidade de agir de forma que nos beneficie. Assim sendo, importa habituar-nos a agirmos positivamente sobre o nosso dia desde o momento em que nos levantamos da cama.

Relembre a si mesmo que tem o poder de autoinfluenciar-se positivamente. Escolha as palavras, imagens e cenários mentais que possam colocá-lo num estado de ser pleno de recursos de acordo com as exigências, desafios e objetivos do seu dia.

Então, como você pode definir uma atitude positiva e otimista para o seu dia? Só você pode construir esta resposta de acordo com os seus objetivos. Para ajudar leia o artigo: Potencie a sua mente, opte por palavras, pensamentos e imagens positivas.

5 – Concentre-se em soluções

Uma maneira de se sentir mais negativo sobre uma situação é sentar-se e não fazer nada sobre isso. Em vez disso, use as perguntas que eu coloquei no primeiro passo e abra a sua mente para as possibilidades da situação que você está enfrentando. Deixe aquilo que considera impossível de realizar ou que não depende de você e foque toda a sua atenção e esforços no que pode fazer e depende de você.

Por vezes os estados negativos e pessimistas fazem disparar a ansiedade, empurrando-nos para cenários angustiantes em que perspectivamos um futuro desesperante. Nesse estado tudo nos passa na cabeça, menos uma possível solução. Para contrariar esta tendência, importa acionar o poder da ação fazendo o que é necessário ser feito. Temos de ficar dispostos a fazer o que é preciso para ser feliz. Arregaçar as mangas e por mãos à obra.

Dica: A coisa mais importante é seguir em frente, mesmo que se dê apenas um pequeno passo de bebê.

6 – Reduza as suas preocupações

O hábito de estar preocupado é uma poderosa e destrutiva forma de utilizar o mecanismos do pensamento contra nós mesmos. Este hábito pode ser um dos seus maiores obstáculos para o otimismo e positividade perante a vida. Se você sente que a preocupação excessiva tomou conta da sua mente, aplique os dois passos seguintes para que possa minimizar as suas preocupações:

  1. Pergunte-se: Quantas das minhas preocupações já aconteceram na realidade? Se você é como a grande maioria das pessoas que sofrem deste problema, provavelmente vai descobrir que a resposta é: muito poucas. A maioria das coisas que você teme em toda a sua vida nunca irão acontecer. Eles são apenas pesadelos ou monstros a deambularem na sua mente. Esta questão pode ajudá-lo a fazer uma verificação da realidade, para se acalmar e perceber que você provavelmente está apenas a construir um pesadelo imaginário.
  2. Olhe para o conteúdo da sua preocupação. Levando isso em consideração, oriente os seus pensamentos e discurso interno de forma funcional e real. Pense naquilo que pode fazer no momento para preparar-se, modificar ou prevenir esses acontecimentos imaginados. A outra alternativa, bem menos eficaz é a preocupação excessiva. Onde será melhor colocar a sua atenção? Na preocupação, ou controlar os aspetos da sua vida que ainda estão disponíveis e ao seu alcance?

7- Não deixe que a perfeição arruine a sua vida

Um erro comum que as pessoas fazem ao fazer uma mudança nas suas atitudes é pensarem que têm de ser perfeitos e fazer as coisas na perfeição o tempo todo. Isto pode afastá-los do retorno positivo das suas ações. A mudança para uma atitude positiva pode ser gradual. Na vida, aqui e ali você pode escorregar, tropeçar, recuar, errar, no entanto, isso não tem necessariamente que ser interpretado como negativo. Se você for aprendendo com as experiências menos bem conseguidas e for aceitando as dificuldades, certamente manter-se-á firme no caminho da possibilidade para chegar onde pretende.

Mas, se você definir um padrão desumano para si mesmo,  achando que ou faz tudo bem ou não tem valor ou que a vida não lhe corre bem, o pessimismo e a negatividade podem tomar conta de si. E assim você pode sentir-se como um fracassado. Você fica com raiva de si mesmo. E você pode até desistir de mudar esse hábito benéfico e voltar a pensar negativo. Então, ao invés, o foco deverá estar na mudança gradual. Se você é otimista 40 % do tempo, agora, tente melhorar isso para ser otimista 60 % do tempo. Em seguida, aumentar para 80 % estabelecendo um novo padrão, então, posteriormente, esforce-se para se aproximar o máximo dos 100% .

Este foco na melhoria gradual é muito mais sustentável e passível de trazer sucesso a longo prazo do que tentar chegar a um padrão desumano fundamentado na perfeição. Aprofundei este assunto no artigo, 007: permissão para ser humano.

8 – Mantenha-se firme, não desista

Quando a vida corre mal, quando ficamos desgastados pelas várias tentativas de superarmos os nossos problemas, ultrapassar obstáculos ou mudar um hábito, a carga emocional pode ser tremenda e instalar-se o abatimento. Não desista, não deite por terra todos os seus esforços. Por vezes o mais difícil é aguentar o esforço o tempo suficiente para se possamos usufruir do retorno positivo.

Dica: É sempre mais escuro antes do amanhecer

Ao decidir manter-se firme você compromete-se em tomar ações ao invés de desistir, aumentado a probabilidade de alguma coisa boa acontecer. Mantenha-se otimista na tomada de medidas para continuar, mesmo quando passar por períodos difíceis.

Abraço,

Miguel Lucas