Descobrir a direcção da sua motivação, desejos, objetivos ou sonhos é um fator fundamental para construir de forma eficaz a estratégia que lhe permite manter-se alinhado com as suas acções. Esta direcção pode ser no caminho daquilo que queremos ou pelo contrário, no caminho daquilo que não queremos. A direcção motivacional é um programa mental que afeta toda a nossa vida. A um nível biológico ou físico, todos nós desenvolvemos ambos: a motivação para nos afastarmos ou nos dirigirmos para algo. Afastamo-nos da dor, desconforto, e stress, e dirigimo-nos para o prazer, conforto, e relaxamento. Em determinadas alturas da nossa vida e em diferentes situações estas duas formas motivacionais podem servir-nos. Todos nós usamos ambas em determinado grau. Irei apresentar as razões pelas quais a motivação que surge  quando nos dirigimos para o nosso objetivo é mais apelativa do que a de nos afastarmos daquilo que não desejamos.

Não deixe de ler também todas as outras partes desta nossa série de artigos sobre como ser um campeão na vida:

A série: Como ser um campeão na sua vida, pretende dar a conhecer aos leitores as estratégias e processos que lhe permitirão ser bem sucedido nas várias áreas da sua vida. Se não desejar perder pitada desta série, considere subscrever a nossa newsletter para ser notificado por email sempre que lançarmos um novo artigo:

Endereço de Email:

CONSTRUIR O PROCESSO DE REALIZAÇÃO DO OBJETIVO

Saber o que você quer é um processo fundamental para ter sucesso na sua vida. Igualmente importante é ter a certeza se aquilo que pretende alcançar vale realmente a pena, de tal forma que ficará satisfeito quando o alcançar. Você achará isto útil quando elaborar a série de perguntas que lhe permitirão desenvolver os seus objectivos, de forma que valham a pena e estejam alinhadas com a pessoa em que pretende transformar-se.

SELECCIONE UM OBJETIVO ESPECÍFICO

Primeiro, o que é que você quer? independentemente do que você pretenda obter, alcançar ou desenvolver, de que forma você pensa acerca do seu objetivo? Você pensa no seu objetivo como sendo fácil de alcançar ou de uma forma que seja quase impossível de alcançar? O que proponho a seguir irá permitir-lhe ter a certeza que pensa o seu objetivo de tal forma que irá achar que o alcançará de forma fácil.

DECLARE O OBJETIVO DE FORMA POSITIVA

Verifique se o seu objetivo é indicado em termos do que você quer, e não aquilo que você não quer. Por exemplo, se o seu objetivo é “Eu quero que os meus colegas de trabalho parem de se lamentar, ” ou ” Eu quero parar de me sentir mal quando as minhas propostas não são aceites,” ou “Eu não quero falar tão rápido durante as minhas apresentações,” você está pensando naquilo que não quer que aconteça. Você deverá transformar essas declarações naquilo que você quer. Deverá dizer: “Eu quero que os meus colegas de trabalho se responsabilizem pelas suas tarefas.” “Eu quero aceitar o feedback como uma oportunidade de melhorar as minhas propostas e formas de comunicação.” “Eu quero estar ciente da minha voz enquanto falo e ser flexível o suficiente para fazer ajustes sempre que necessite.

Sempre que pensamos sobre aquilo que não queremos, ou aquilo que queremos evitar, na grande maioria das vezes criamos exatamente isso mesmo nas nossas vidas, dado que é nisso que a nossa mente se foca. Pare de se orientar por aquilo que não deseja que lhe aconteça. O nosso organismo, a nossa mente necessita de indicações diretas e precisas para realizar uma tarefa ou focar-se em algo, por este motivo, aquilo que pensamos ou dizemos deverá estar sempre alinhado com a obtenção positiva do resultado. Deverá ser declarado o mais específico possível, para que nos possamos certificar que é exatamente esse resultado que estamos a criar.

Dica: Alterar as suas declarações internas e/ou pensamentos daquilo que não quer fazer ou que não quer que lhe aconteça, para aquilo que quer ou pretende que lhe aconteça, é uma mudança simples que fará uma enorme diferença na obtenção dos resultados.

O OBJETIVO DEVERÁ DEPENDER DE SI PRÓPRIO

Certifique-se que declara o seu objetivo de uma forma em que a obtenção do mesmo dependa de si próprio. Se o seu objetivo depender de outras pessoas, irá necessitar igualmente que essas pessoas mudem. Você ficará numa situação muito mais vulnerável. Não quero com isto dizer que não existam situações em que dependemos de alguma forma do trabalho de outros, no entanto sempre que lhe seja possível é importante que formule os seus objetivos de forma a que seja capaz de os alcançar, independentemente do que as outras pessoas fizerem. Isto pode parecer demasiada pretensão ou auto-centramento, por isso vamos tentar perceber melhor esta ideia através de alguns exemplos:

Vamos partir do principio que o seu objetivo é: “Eu quero que o meu chefe pare de me criticar.” Dado que isto depende de uma mudança no comportamento do seu chefe, é algo que está fora do seu controlo. Este objetivo deixa-o numa posição vulnerável, depende da mudança do seu chefe. Se você reformular, ficará assim: ” O que é que eu posso fazer, que irá permitir manter-me capacitado, independentemente daquilo que o meu chefe pensar?” Isto irá colocá-lo no comando do seu objetivo. Isto irá transmitir-lhe um sentimento acerca do seu próprio valor e capacidade para agir, mesmo quando o seu chefe o criticar.

COMO SABER SE ALCANÇOU O SEU OBJETIVO?

Como é que você saberá se alcançou o seu objectivo? Algumas pessoas têm dificuldade em saber se alcançaram o seu obetivo ou não. Isto acontece porque não têm uma forma de medir se o seu comportamento no dia-a-dia está a fazer com que se aproximem ou se afastem do seu objetivo. No mundo esportivo a avaliação da performance ou do resultado é uma preocupação e de igual forma um meio muito utilizado pelos treinadores e atletas para se certificarem se os seus objetivos caminham em direcção daquilo a que se propuseram. Medir ou analisar as nossas acções face ao resultado é um fator preponderante para a obtenção bem sucedida dos nossos objetivos.

Todos nós necessitamos de ter a certeza que estamos no caminho do nosso objectivo, em que ponto nos encontramos e o que é que ainda é necessário fazer para continuar a trabalhar. É igualmente importante, sabermos se já chegámos onde queríamos. Saber se alcançámos aquilo que pretendíamos é importante, dado que necessitamos de sentir a satisfação de alcançar o resultado desejado. Por exemplo, um dos seus objectivos talvez seja ter mais sucesso. Se você não tem evidencias sensitivas específicas, o que é que irá ver, ouvir ou sentir acerca do que ser “bem sucedido” significa para você? Você pode trabalhar toda a sua vida para ser bem sucedido e até alcançar óptimos resultados, sem nunca sentir o “sucesso”. Você pode definir sucesso, como obter o sorriso de alguém, obter um determinado emprego, alcançar um determinado salário, ou qualquer outra coisas mais específica, mas se você não o definir, não o obterá.

SELECCIONE ONDE, QUANDO E COM QUEM QUER ALCANÇAR O SEU OBJETIVO

É muito importante pensar acerca de quando é que você quer ou não quer o seu objetivo. Por exemplo, se o seu objetivo é sentir confiança, você quer sentir-se confiante sempre? Você quer sentir confiança para pilotar um avião, mesmo não tendo qualquer tipo de treino? Por vezes cometemos o erro de querermos sentir uma determinado sensação a maioria do tempo, quando nem sequer acreditamos conseguir tê-la. Sentir-se confiante quando você tem o treino e capacidades adequadas, torna essa confiança sólida e apropriada. Com isto garantido, poderá explorar toda a panóplia de outras possibilidades de sentimentos na sua vida, incluindo: curiosidade, desejo, competitividade, compaixão, tenacidade, amor, e muitos outros.

À semelhança de um atleta que treina canoagem, e sente-se confiante para enfrentar alguns rápidos num rio agitado, por certo não sentirá a mesma confiança se necessitar de fazer escalada. É muito mais fácil para cada uma de nós alcançar um objetivo quando temos cuidado sobre onde, quando, e com quem será apropriado.

CERTIFIQUE-SE QUE O SEU OBJETIVO É ECOLÓGICO

Por vezes com a pressa de atingir o nosso objetivo, podemos perder o controlo do resto da nossa vida. Isto pode verificar-de de forma muito vincada nas expressões “faço o que for preciso” ou “a qualquer custo”. por certo as pessoas que enveredaram por este tipo de pensamento, terão uma história muito diferente para contar. Por vezes o seu passado é um calvário de relacionamentos mal sucedidos, amizades perdidas, Desencontros com a vida. Quando finalmente são bafejados com o sucesso, sentem-se incapazes de o gozar porque as suas vidas foram singularmente dedicadas a essa tarefa, e com o sacrifício de muitas das coisas que tornam a vida significativa.

Leve em consideração as pessoas que reconhece como significativas para a sua vida. Como é que a obtenção dos seus objetivos afeta essas pessoas. Considere as questões positivas e negativas. Irá o seu objetivo inibir outras responsabilidades na sua vida? Irá mudar a forma como se relaciona com os seus colegas de trabalho, amigos ou familia?

Dica: Descobrir as dificuldades, os prós e contras que irá encontrar na realização do seu sonho, não deverá dissuadi-lo, mas permitir-lhe, de forma antecipada, preparar-se para o alcançar.

CRIE UMA VISÃO FUTURA ENTUSIASTA

Defina o que deseja. Pense onde quer estar no futuro, crie uma imagem disso. Repare nos pormenores, nas cores, na forma, imagine com o máximo de detalhes, como se de um filme se tratasse.

Veja-se no futuro a desempenhar o papel escolhido. Esta imagem do futuro acontece onde, em que circunstâncias, que sensações lhe transmite? Coloque-se na situação e viva-a mentalmente por alguns minutos vendo-se a atingir o seu objetivo. É como se o futuro estivesse mesmo ali, perto, brilhante e colorido. Observe e ouça todos os detalhes como se estivesse envolvido de uma forma prazerosa.

Forme o seu objetivo de maneira funcional. À medida que se visualiza a desempenhar o papel escolhido de uma forma extraordinária, use a seguinte lista de seis condições imperativas para formar de maneira funcional o seu objetivo:

  • O objetivo que você vê é positivo. É acerca do que você quer e não do que evitar.
  • Você quer alcançar esse objetivo. É um “quero” e não um “tenho.”
  • Você é aquele que o pode realizar, e não outra pessoa qualquer.
  • Você consegue realizá-lo, não é impossível.
  • O objetivo é específico, não é geral.
  • O objetivo é ecológico: Você consegue antecipar o efeito do objetivo e certificar-se que é positivo para os outros afetados pela sua realização.

Crie uma imagem entusiasta. Agora use um conjunto de efeitos especiais visuais na sua visualização, como se visse a si mesmo a alcançar o objetivo no futuro. Centre-se no seu corpo e nas suas emoções e verifique que sentimentos está a experienciar. Você pode visualizar vários cenários para ver diferentes coisas a acontecerem em diferentes situações que estejam relacionadas com o objetivo. À medida que a imagem do objetivo vai ficando mais real na sua mente é natural que sinta isso no seu corpo através da emoções. Leve o tempo que necessitar e goze a visualização da realização do seu objetivo. Perceba que é você que está a criar, dirigir e a tornar-se no seu objetivo.

Observe a plataforma. Preste atenção naquilo que alcançou e quão atrativo é construí-lo. Perceba que existe uma plataforma que liga o momento presente a esse futuro particular. É como que uma plataforma através do tempo. Em psicologia podemos chamar de perspectiva temporal de futuro. Uma visão ligada por um conjunto de percepções e sensações que o orientam na caminhada do seu objetivo. É necessário conseguir ver para onde caminha, e se o futuro não existe na realidade é necessário orientarmo-nos de forma imaginada.

Não deixe de criar a sua visão futura por lhe parecer um exercício fora da realidade. Na verdade é isso mesmo que se pretende, que crie imagens mentais daquilo que quer atingir ou que lhe aconteça no futuro. Por certo não é o fato de imaginar o seu futuro que ele se materializa, no entanto aquilo que mais fez avançar a humanidade foi a capacidade de o Homem conseguir pensar o mundo que o rodeia na sua mente, antecipando resultados, acontecimentos e situações. Toda e qualquer realização nasce de uma ideia que foi pensada, imaginada e projetada no futuro. Depois para que ela se materialize é necessário passar à acção.

Dica: A acção é energizada pela ideia que se tem acerca daquilo que pretendemos alcançar, e igualmente da forma como vamos alcançar.

E VOCÊ TEM TENDÊNCIA PARA SE AFASTAR OU APROXIMAR DO SEU OBJETIVO?

Afastar-nos ou aproximar-nos dos nossos objetivos é algo que acontece com todos nós. No entanto, nem todas as decisões e estratégias que usamos estão corretas ou nos ajudam a chegar onde desejamos. Partilhe as suas experiências e participe deste debate! Comente!

Se não desejar perder pitada desta série, considere subscrever a nossa newsletter para ser notificado por email sempre que lançarmos um novo artigo:

Endereço de Email:

 

Abraço