Em consulta uma paciente perguntou-me: “Doutor acha que eu tenho baixa autoestima? Respondi-lhe: “A autoestima não é algo que se tem ou não tem como se fosse um objeto. No momento que você não expressa valor por si mesmo, está agindo com baixa autoestima, no momento que se comporta com valor e consideração por si mesmo, está agindo com elevada autoestima.” Em seguida perguntei-lhe: Como é que você quer agir na sua vida amanhã? Ela respondeu-me: “Com elevada autoestima nas minhas ações“. Naquele momento, o primeiro passo para a melhoria da sua autoestima tinha sido dado.

Melhore a autoestima agindo com positividade

Quando alguém vê a si mesmo como indigno e sem valor, na verdade parece haver mais motivos para não gostar de si próprio do que amar a si próprio. Julgar ter baixa autoestima é uma profecia autorrealizável. Quanto pior a pessoa se sente acerca de si mesma, menos energia e motivação tem para fazer o que é preciso para sentir-se bem consigo mesma. A autoestima continuará a diminuir porque o cérebro da pessoa fica preso em pensamentos negativos e circulares, entrincheirando-se em crenças que têm pouca ou nenhuma base na realidade.

A autoestima melhora, alterando os pensamentos e os comportamentos da própria pessoa. É necessário praticar novos pensamentos e comportamentos até começar a ter sentimentos positivos sobre si mesmo. A pessoa deve continuar a praticá-los até sentir um amor saudável acerca de si mesmo.

É fácil autocriticar-se quando as coisas não saem como planejado. Quero muito dizer-lhe, que é muito mais importante a maneira como você age perante as situações problemáticas da sua vida, e como as ações e comportamentos que você decide ter o fazem sentir acerca de si mesmo, do que julgar que necessita ter uma elevada autoestima para a sua vida ser melhor.

A melhor forma de você sentir-se bem acerca de si mesmo, é decidir fazer coisas, para que no retorno das suas ações veja o seu valor expresso nelas, ao invés de simplesmente querer “ter” mais autoestima. Como eu disse anteriormente, a autoestima não é algo que se tem, mas sim um sentimento construído através do retorno das nossas atividades, ações, comportamentos e pensamentos.

No dia que você deixar de agir com positividade acerca de si mesmo, irá sentir-se com baixa autoestima.

Em seguida apresento alguns exemplos de como você pode construir diariamente a autoestima através da positividade, ou seja, ações, pensamentos e emoções que poderão fazer você sentir-se bem acerca de si mesmo:

  • Trate-se como um amigo. Sempre que você se sente como sendo crítico, tente perceber a natureza dessa crítica, sendo compassivo e compreensivo acerca das suas exigências.
  • Faça uma lista de coisas que você gosta de fazer e se sente realizado.  Podem ser coisas simples como ajudar alguém com o saco de compras do supermercado, visitar um amigo que está no hospital, ou ajudar o seu filho nos trabalhos de caso (se for o seu caso).
  • Aceite os erros que você comete. Ao invés de depreciar-se, o foco pode ser em encontrar uma melhor forma de fazer as coisas para a próxima vez.
  • Tente não projetar as suas preocupações ou negatividade sobre os outros. Você pode pensar o pior de si mesmo, mas a maioria das pessoas certamente não pensa assim acerca de você. Interaja com a maioria das pessoas acreditando que elas gostam de si, ou pelos menos, que elas não têm razões plausíveis para não gostarem de você.
  • Fale com os outros com respeito e espere o mesmo em troca. Diga às pessoas as razões pelas quais você se sentiu mal acerca de alguma coisa que elas disseram, ao invés de ficar zangado e rancoroso, ou até julgar que a culpa é sua por lhe falarem de forma depreciativa.
  • Definia metas realistas e reavalie-as quando necessário. Não se mande abaixo pelo fato de não alcançar algumas das suas metas (provavelmente irrealistas ou demasiado difíceis). Esforce-se por perceber as circunstâncias e o que o impediu de atingir o resultado esperado.
  • Não há problema em ficar decepcionado acerca si mesmo, por isso, perceba que a autoestima que sente não é as suas notas ou o seu trabalho. Você é maior que as suas decepções, contratempos ou derrotas. Você é aquele que perante tudo isso aprende e pode decidir fazer diferente na próxima oportunidade.
  • Pedir ajuda não é um sinal de fraqueza, ao invés, é um sinal de força e vontade em crescer. Seja consciente das suas necessidades, e peça suporte a quem julga poder ser uma mais-valia na sua vida.
  • Não dependa dos outros para construir a autoestima. Reconheça as suas conquistas, mesmo as mais pequenas. Sinta todas as emoções positivas que lhes estão associadas, mesmo que mais ninguém tenha notado isso. Credite-se pelos seus esforços. Ainda que você não consiga alcançar um determinado objetivo, congratule-se por se ter esforçado e tentado.

estima

  • Respeite a si mesmo e aos seus valores. Tenha bem ciente aquilo a que você dá significado, pelo qual você se interessa e acima de tudo quais os principais valores que orientam a sua vida. Cerque-se de pessoas que fazem o mesmo.
  • Mudar a maneira como você se vê não vai acontecer do dia para a noite. Aceite que este é um objetivo de vida. Você está continuamente a construir e a vivenciar o seu caminho.
  • Tire um tempo para comemorar as suas realizações. Mesmo que seja algo pequeno, isso pode ter um efeito enorme. Saia com os amigos, informe-os da sua felicidade e parti-lhe com quem mais gosta.
  • Não se esqueça de se divertir. Não deixe que os seus medos o impeçam de participar e fazer as coisas que você ama. Não fique à espera de se sentir bem para se envolver em atividades que gosta. Envolva-se nas atividades que gosta para que elas o façam sentir-se bem.
  • Seja paciente com os outros e não os coloque para baixo. Tenha reações construtivas com os outros, isso irá ajudar a mudar a sua reação consigo.
  • Não deixe que um pensamento negativo entre em espiral originando outros. Um acontecimento ruim ou dia ruim, significa isso mesmo, apenas uma vez, não generalize para tudo. Para aprofundar este assunto acesse: Como posso reverter a minha negatividade?
  • Permita-se sentir as suas emoções negativas, sem se deixar arrastar por elas. As emoções são temporárias, vão e veem. Você não é as suas emoções, assim sendo, pode senti-las sem necessariamente se fundir a elas. Olhe-as como sentimentos que você é capaz de alterar atempadamente.
  • Aceite as coisas que você não pode mudar. Concentre-se no que você pode fazer para melhorar e deixe a negatividade para trás.
  • Não siga a sua voz crítica interior. Se o seu primeiro pensamento é negativo, tente reestruturá-lo  e crie um melhor.
  • Tente coisas novas. Orgulhe-se das suas novas habilidades e o esforço que você dedica a melhorar-se.

Todos estes princípios e ensinamentos estão contidos na Fórmula da Positividade. Saiba tudo em:

www.formuladapositividade.com.br

Abraço,

Miguel Lucas