No novo ano emerge um forte impulso natural para novas resoluções na nossa vida. Sentimos que temos a possibilidade de criar novas forças e objetivos, que surgirão novas oportunidades e que eventualmente podemos ter novas atitudes face a problemas antigos. No entanto, este tipo de recomeço ou de renovada energia não tem que ser apenas na primeira semana de Janeiro. Cada dia é um novo dia para aprender, crescer, melhorar os seus pontos fracos e desenvolver os seus pontos fortes, curar-se de arrependimentos do passado ou dor emocional, e avançar mais esperançado, otimista e convicto de que tem capacidade para encontrar soluções. Todos os dias nasce uma chance de reinventar-se, de ajustar-se, de melhorar-se e construir-se com base nas aprendizagens que tem vindo a acumular. Nunca é tarde demais para mudar as coisas que não estão funcionando na sua vida. No exato momento que perceber que algo não está indo como deseja, pode decidir fazer alguma coisa para mudar isso.

Mas na prática como é que isso se faz?

Seja flexível, e mantenha a mente aberta para começar cada dia de novo! A flexibilidade de pensamento é a chave.

Pergunte-se:

  • Como é que você acorda todos os dias?
  • Você vai começar o seu dia já mal humorado, triste, sentindo-se pressionado e/ou apressado?
  • Você coloca em marcha o seu dia rotineiro sem pensar muito em tudo, fazendo o que você “tem que fazer” para começar o dia?
  • Você continua a fazer mais do mesmo?
  • Você vai reclamando, sem nada mudar?

Que tal começar cada novo dia como uma nova possibilidade de fazer as coisas de forma diferente, parando, respirando e adotando uma atitude mais positiva para o seu dia. Quando digo diferente, não quero dizer implicitamente que a sua vida lhe corre mal, ou que está infeliz ou desmotivado. Quer esteja descontente com algumas coisas na vida ou esteja a conseguir atingir os seus objetivos, crescer, desenvolver-se e progredir a cada novo dia é sempre enriquecedor para cada um de nós.

As coisas da vida não se resumem apenas ao fazer, ao chegar mais longe, melhorar algo, adquirir mais coisas, ou acumular mais riqueza. Podemos simplesmente, perguntar a nós mesmos: Como quero ser hoje?

  • Quero ser a personificação da desgraça?
  • Quero ser a personificação da vitimização, da lamuria e do negativismo?
  • Quero ser otimista e perspetivar uma solução?
  • Quero ser mais motivado e confiante?
  • Quero ser bem humorado, bem-disposto e simpático?
  • Quero apoiar-me a mim mesmo, debelando algumas dificuldades?

crescer

PERSPETIVE O QUE QUER SER A CADA DIA

Pense não só no que quer fazer, mas também em como quer ser. Cada dia é um novo começo e uma nova forma de olhar a vida. O que você gostaria de fazer para contribuir para um dia melhor? Pense nisso como uma tela em branco, o que gostaria de pintar sobre ela. O que você pode criar? Se você acordar num estado de espírito negativo, provavelmente grande parte das coisas que se propuser a fazer sofrem influência desse estado mais depreciativo, ficando mais propenso a pintar um quadro negro ao longo do dia, e a sua tela não refletirá felicidade, esperança e alegria.

Não quero, nem pretendo ser extremista ao ponto de lhe transmitir a mensagem que todos os dias temos de ser 100% positivos e que em momento algum temos de estar abatidos ou tristes. Não é esta a minha forma de olhar a vida, nem tão pouco é isso que lhe quero fazer passar. No entanto, acredito que apesar de podermos passar por momentos que dificilmente conseguimos perspetivar uma melhoria no nosso estado de humor, existirá sempre a possibilidade de escolhermos um dos muitos dias do ano, para mudarmos aquilo que vamos ser ou aquilo em que queremos pensar ou fazer.

Partindo desta visão, se em grande parte dos dias você pensar positivamente, e tiver uma atitude positiva influenciando construtivamente o seu dia, algumas das possibilidades passam a depender de si. Quais os resultados positivos que podem refletir a sua atitude positiva? O que é que a atitude positiva diária pode contribuir para a sua vida? Todos os dias você vai ser o seu maior aliado?

Sugestões:

  • Perceba como gostaria de se ver a enfrentar alguns dos seus problemas no dia-a-dia e a superar as adversidades.
  • Em vez de ruminar vezes sem conta sobre as mesmas velhas formas de pensar, cada dia é uma nova oportunidade para reestruturar o pensamento e  re-olhar as coisas de uma maneira diferente.
  • Você pode experimentar a cada dia colocar alegria na sua vida.
  • Com um foco nas atitudes positivas, suportado pelo pensamento positivo, você pode sentir-se mais capacitado e ver-se mais com um vencedor do que como perdedor.
  • Você pode ficar mais consciente do presente, aumentando a probabilidade de viver plenamente o presente a cada momento de cada dia. Viva no presente, não se paralise pelo passado.
  • Você pode mudar os contornos da sua vida, passando a escrever o seu próprio guião. Escrevendo uma história diferente daquela que tem vivido até ao presente. Se está insatisfeito, a partir de hoje faça algo de diferente. Mude a sua história.
  • Faça perguntas que possam mudar a sua vida para melhor. As perguntas devem ser elaboradas de forma a que só você e apenas você possa dar resposta. Exemplo de uma pergunta mal formulada: “Será que vou ser capaz de __________”. Esta pergunta remete-o para o futuro, nada nem ninguém lhe pode responder. Exemplo da pergunta bem formulada: “O que posso fazer, aprender ou melhorar para me sentir mais capaz de realizar ___________”. Esta pergunta depende de si, orienta-o face à tarefa e aumenta-lhe a probabilidade de ter sucesso.
  • Você pode decidir fazer coisas que o façam sentir-se mais confiante. Uma das formas de aprendermos algumas atitude é através da aprendizagem por observação. Observe um modelo à sua escolha e perceba que traços consegue identificar que lhe dizem que aquela pessoa é confiante. Depois simule, experimente, implemente diariamente uma ou outra ação que possa contribuir para a construção da sua auto-confiança.
  • Você pode criar objetivos ou desafios a si mesmo que lhe possam transmitir esperança. Não seja demasiado exigente. Comece por perspetivar algo que lhe possa fazer sentir-se bem, mas que esteja ao seu alcance. Que puxe por si, mas que não o coloque numa situação demasiado stressante. Depois pouco a pouco, se assim entender, pode aumentar a exigência dos seus desafios.
  • Você pode optar por sentir-se bem. Pode escolher ser feliz. A felicidade é possível, mas é opcional. Não tem necessariamente que dizer apenas: “Eu hoje vou sentir-me feliz“. Mas pode perspetivar o que quer fazer para que possa melhorar o seu dia, a sua alegria ou o seu bem-estar. O sentimento é uma consequência dos nossos atos.

A questão que levanto é: Então, que tal começar a cada dia reservando um momento para pensar ter uma atitude positiva para o seu dia? Todas as manhãs, ou algumas das manhãs, visualize ou verbalize o que pretende ou decide fazer. À noite, ou algumas das noites avalie as decisões que tomou, se não lhe foram favoráveis, amanhã é outro dia. Recomece tudo de novo, perspetivando uma forma de melhorar onde anteriormente não foi bem sucedido.

Apresento alguns exemplo de atitude positivas e/ou pensamento positivo:

  • “Hoje eu gostaria de substituir os meus sentimentos de aborrecimento face ao meu colega de trabalho para sentimentos de aceitação.”
  • “Hoje estou motivado para concentrar-me no quão estou grato pela minha vida, e não no que está faltando, e expressar gratidão aos outros.”
  • “Hoje eu não vou ser tão apressado e ter tempo para saborear o momento, especialmente com os meus filhos”
  • “Hoje, mesmo sentido-me sem força de vontade para ter aquela conversa difícil, não posso adiar mais, vou encontrar uma forma de me sentir capaz.”
  • “Hoje vou olhar para algumas das coisas que ainda me dão satisfação na vida.”
  • “Hoje pretendo ser mais simpático e assertivo com o meu parceiro.”
  • “Hoje vou criticar menos o meu trabalho e perceber o que posso fazer para me sentir mais realizado.”
  • “Hoje vou ser menos reativo, quando for confrontado com opiniões diferentes das minhas.”

Pondere ter em mente que a cada dia pode ter a possibilidade de mudar algo na sua vida, que tem a possibilidade de olhar os mesmos problemas por outro prisma, e que esse novo olhar depende daquilo que pretende alcançar e o quão quer ou não quer fazer algo. Se pretende melhorar a sua vida, é necessário tomar a decisão de contribuir para melhorá-la. Desejar apenas, não passa de intenção, e intenção não é ação. Ação é fazer, e tomar a decisão de agir e obter um determinado resultado. Para ter um resultado diferente daqueles que tem tido (e caso este não lhe tenha servido) tem de fazer coisas diferentes daquelas que tem realizado. Cresça, desenvolva-se e progrida a cada dia do ano.

Abraço