Ao longo da vida muitos são os momentos em que reagimos sem pensar. As nossas emoções tomam conta de nós e consequentemente os nossos comportamentos parecem ter vida própria. Deixamos de estar no controle da nossa mente, os maus hábitos, as frustrações, o orgulho ferido, as mágoas, as expetativas defraudadas toldam-nos o raciocínio e, a propensão para as ações irrefletidas aumenta drasticamente. Quando entramos num estado de reação emocional, na grande maioria das vezes saímos a perder. As ações não estão sobre a autoridade da consciência, conduzindo-nos a comportamentos que mais tarde não nos orgulhamos ou que nos prejudicam a vida. A boa notícia é que podemos aprender a perceber que existe um “espaço de decisão” antes de reagirmos. Se conseguirmos trazer para a consciência a ideia de que podemos aprender a utilizar esse espaço que fica entre o estímulo e a resposta, certamente passaremos a ter mais controle sobre os comportamentos e ações que queremos realizar. Com essa consciência mais desenvolvida, podemos encontrar a liberdade de resposta. Podemos livrar-nos de grande parte dos condicionalismos das emoções negativas, e com isso, aumentarmos a consciência emocional afirmando quem queremos ser a todo o momento.

 “Entre o estímulo e a resposta existe um espaço. Nesse espaço está o nosso poder de escolher a nossa resposta. Na nossa resposta encontra-se o nosso crescimento e a nossa liberdade. “ -Victor Frankl

Quando conseguimos entender que  nós temos a capacidade de não reagir a determinados estímulos, sejam eles externos (agressões verbais, stress, ansiedade, injustiça, perda) ou internos (sentimentos, sensações físicas, pensamentos, imagens, frustração, mágoa, dor emocional) ficamos com a possibilidade de aprender a agir mais em consciência e de acordo com o resultado pretendido. Quando somos confrontados com alguma situação que nos impele para uma determinada reação particular, ao invés, podemos escolher responder conscientemente.

Se você luta com certos aspetos de si mesmo, pense em encontrar o seu “espaço de decisão” para responder, ao invés de reagir por reflexo, fazendo o seguinte:

CONSIDERE A PESSOA QUE VOCÊ GOSTARIA DE SER

Pense sobre a pessoa que você gostaria de ser, especialmente nas áreas em que investe e pretende sentir-se realizado. Por exemplo, você pode não gostar da sua tendência para ficar rapidamente frustrado ou angustiado perante situações difíceis ou exigentes, querendo em vez disso, ser uma pessoa paciente e confiante. Aproveite o tempo para desenvolver uma visão clara da versão mais grandiosa de si mesmo. Caso exista uma grande diferença entre a pessoa que quer ser e os seus comportamentos e atitudes atuais, decida-se a praticar a autodisciplina para ter mais controle sobre as suas decisões.

Para aprofundar o assunto, leia: Que tipo de pessoa você quer ser?

decisão

PENSE SOBRE O SIGNIFICADO OU ORIGEM DAS SUAS REAÇÕES

Certamente existem razões para a forma como você reage, quer com os outros, com as situações de vida e com você mesmo. Na base das nossas reações estão as emoções e a interpretação que fazemos daquilo com que estamos a lidar. Pode ser útil identificar as situações que funcionam como gatilhos que fazem disparar determinados comportamentos menos assertivos. Depois tentar perceber, porque razão está a sentir determinada emoção, o que pode estar na base desse sentimento, e se esse sentimento deve ou não orientar as suas respostas. Você pode estar ansioso e com medo porque receia não vir a ser eficaz no seu trabalho, porque sempre ouviu dos seus pais que não ia ser ninguém na vida. Essas emoções podem conduzi-lo ao afastamento das responsabilidades, e com isso sair prejudicado do seu trabalho. Neste exemplo, você deveria relembrar-se do ponto anterior e agir de acordo com aquilo que pretende ser (bem sucedido) e não de acordo com o seu sentimento de ansiedade e medo .

Para aprofundar o assunto, leia: Aprenda a gerir as emoções e a ter controlo na sua vida

OBSERVE O RESULTADO DAS SUAS REAÇÕES

Preste atenção redobrada para os resultados das suas reações. Ao ficar ciente das consequências negativas de alguns dos seus atos, você ficará mais motivado a mudar a sua reação para uma resposta desejada. No primeiro exemplo da angústia e frustração, você poderia notar que a sua impaciência lhe retira clareza de pensamento.

Para aprofundar o assunto, leia: Entenda os seus comportamentos não desejados

IMAGINE UMA RESPOSTA MELHOR

Pense sobre as formas mais assertivas de responder. Imagine-se a realizá-las e quais as consequências. Imagine também qual seria a sensação de responder mais de acordo com o que você deseja para si mesmo. Continuando com o exemplo do problema da impaciência, você poderia imaginar-se a responder com calma perante o problema e, em seguida, em consciência esforçar-se por encontrar o caminho para uma solução eficaz.

Para aprofundar o assunto, leia: 3 Passos para ultrapassar as dificuldades pensando positivo

APRENDA UMA ABORDAGEM  MAIS COMPASSIVA PARA SI MESMO

A mudança pessoal leva tempo e esforço para efetivar-se, é importante apoiar este processo dentro do projeto de melhoria de si mesmo. A autocrítica negativa só vai minar os seus esforços. Então, em vez disso, pratique ser compreensivo e paciente com você mesmo, tanto quanto você seria motivador de uma criança ou um forte apoiante de um amigo que está trabalhando para desenvolver uma nova habilidade. Seja o seu principal aliado no processo de tornar-se mais consciente das suas respostas e do caminho que quer construir para sentir mais controle na sua vida.

Você pode precisar de aprender algumas habilidades específicas para implementar mudanças significativas na sua vida. Por exemplo, pode querer aprender habilidades na gestão das emoções, gestão da irritabilidade, ser menos tímido, deixar de ter medo de falar em público, ou aprender técnicas de relaxamento. A psicoterapia e mais especificamente as Consultas de Psicologia Online também podem ajudá-lo a aliviar a ansiedade ou a superar a depressão, bem como tratar de qualquer outro problema psicológico ou problema pessoal.

Seja qual for a situação ou problema que enfrenta de momento, se você conseguir entrar no processo de expressar quem você é, irá conseguir criar o “espaço de decisão” que permitir-lhe-á tornar-se na pessoa que você aspira ser.

Para aprofundar o assunto leia: Como conseguir atingir objetivos na sua vida

Abraço