Se você quiser fazer as coisas acontecerem, a capacidade de motivar-se a si mesmo e aos outros é uma habilidade crucial. No trabalho, em casa, e em tudo o resto, as pessoas usam a motivação para obter os resultados desejados.  A motivação requer um equilíbrio delicado entre a comunicação consigo mesmo, a sua estrutura de personalidade e incentivos externos. A motivação é, literalmente, o desejo de fazer as coisas. É o elemento crucial na definição e execução de metas. O mais extraordinário e capacitador é que você pode influenciar os seus próprios níveis de motivação e autocontrole. Para que a motivação possa ser canalizada com eficácia e objetividade é necessário descobrir o que você quer, apoiar-se a si mesmo no processo, e começar a ser quem você quer ser.

Já alguma vez disse a si mesmo que queria fazer algo, mas depois nunca deu o passo em frente? Talvez você quisesse perder alguns quilos, parar de fumar ou encontrar um emprego melhor. Às vezes você não termina o que iniciou, ou talvez  mesmo não comece algo que desejava, porque não sabe exatamente o que quer, por onde começar ou não acredita em si mesmo. Então, há momentos em que o seu humor ou sentimentos sobre as coisas impedem-no de prosseguir. É como se o seu diálogo interno auto crítico matasse a sua motivação.

A MOTIVAÇÃO É UM IMPULSIONADOR PARA O SUCESSO

A motivação é vital se você quiser ter um bom desempenho. Esta força, intenção, energia, vontade ou aquilo que você lhe possa chamar vem de dentro, tem de pertencer-lhe e viver dentro de si. Ninguém vai ser capaz de influenciá-lo se você for resistente, por isso, a motivação é algo que depende de você próprio.  Quero dizer-lhe que é possível aprender a criar e a manter o impulso durante tempos difíceis que eventualmente esteja a enfrentar. Você é a força motriz capaz de manter-se no caminho para o êxito, as outras pessoas podem ajudar, mas no final você detém o poder. Se não aprender como caminhar durante os tempos difíceis, e a enfrentar de forma tenaz as adversidades e os contratempos da vida, terá perdido antes mesmo de começar.

Às vezes, a motivação é temporária ou completamente inexistente. Você pode ter-se sentido animado para começar alguma coisa, pode ser que até tenha feito algumas coisas para depois passado algum tempo acabar por desistir.

Em seguida, apresento algumas estratégias que vão permitir trabalhar a sua motivação e perceber como mantê-la e potenciá-la:

motivar

PRIORIZAR E FOCAR-SE OBJETIVAMENTE

Por vezes, a falta de motivação emerge da percepção de uma vida sobrecarregada. O stress faz-se sentir de forma desmedida e intensa, chegando ao ponto da nossa capacidade de resposta ser inferior aos desafios e tarefas que temos entre mãos. Provavelmente muitas coisas estão acontecendo ao mesmo tempo, vamos sentindo o desanimo quando os nossos esforços não chegam para a resolução dos problemas. Instala-se a frustração e a confusão mental. Perdemos o nosso foco naquilo que devemos dar prioridade e sentimos dificuldade em organizar o dia a dia.

Perante semelhante cenário, a indignação vai crescendo, quanto mais esforço se faz pior nos sentimos. Então o que pode ser feito? Você precisa descobrir o que é mais importante e focar-se nesse objetivo. Depois de concluída essa tarefa ou resolução do problema, deverá passar para o próximo.

Isto parece óbvio, mas a maioria das pessoas não pensa muito sobre o assunto.  É claro que numa situação de ausência de motivação, é muito difícil arranjar força para fazer algo. Mas, então como pode você propor-se a fazer algo se não se sente motivado? Não deve movimentar a sua vontade pelo sentimento presente, mas sim pela ideia daquilo que pretende alcançar. Para facilitar este processo deve ter em mente que existe a possibilidade de vir a ser bem sucedido (ver os benefícios do objetivo na sua mente). Depois, é apenas uma questão de focar a sua energia nos passos e processo que o conduzirão ao resultado pretendido. Durante o processo pode ainda visualizar, e pensar sobre como você se sentirá depois de conseguir alcançar o seu objetivo. E, é com este sentimento que a sua motivação pode aumentar e mantê-lo firme e convicto no caminho do resultado pretendido.

DESAPEGAR-SE DO SEU SENTIMENTO DE INCAPACIDADE

Se você se encontra num estado abatido, sentindo-se deprimido, ansioso, desesperançado ou desesperado, provavelmente tem tendência para orientar o seu dia a dia por esses sentimentos negativos que lhe sugam a motivação, energia e força de vontade.  Ao focar-se nesses sentimentos pouco a pouco a sua mente perde a noção das possibilidades que existem e foca-se apenas num cenário catastrófico e desanimado.

Se você se encontra de alguma forma numa situação parecida, digo-lhe que é possível reverter o seu processo de raciocínio e passar a orientar-se por um sentimento que lhe dê esperança. Mas, então como é que isso se faz na prática? Você deve distanciar-se daquilo que nesse momento sente (refiro-me aos sentimentos e sensação que o colocam em baixo). Não deve querer deixar de sentir aquilo que sente. Não é isso que funciona. O que é útil e eficaz é, mesmo sentido-se mal, criar uma imagem mental daquilo que você quer, como gostaria de vir a sentir-se, e visualizar-se a fazer algo que permita atingir o que deseja.

Utilize o passo anterior para reorientar o seu foco, colocando-o em sentimentos positivos e construtivos que lhe transmitam capacidade, esperança e alegria. Para isso, faça uso da sua imaginação. A ferramenta para guiar a imaginação para onde pretende é a atenção através do seu poder de foco.

MANTER O SEU OBJETIVO POSITIVO EM MENTE

Quanto mais você pensar em algo positivo, melhor a chance disso tornar-se numa realidade. Mantenha o seu objetivo na vanguarda de sua mente. Se você quer que algo aconteça, como por exemplo sentir-se bem, deve perspetivar que coisas gosta de fazer que lhe dão prazer e satisfação. Em seguida deve focar-se nisso, ter isso presente na sua mente em forma de imagens.  Construa um conjunto de lembretes. Por exemplo, colocando palavras de incentivo agendadas no seu celular, ou escrevê-las numa folha e colocar na porta do seu quarto, pode relembrar-se antes de ir deitar-se e logo pela manhã antes de sair de casa. Se é algo que você quer que aconteça, deve orientar-se em consciência e não apenas por aquilo que sente (principalmente se forem sentimentos negativos que nessa altura prevaleçam). Faça um plano para dar um pequeno passo todos os dias no sentido  de aproximá-lo da realização. Estes pequenos lembretes e ações promovem a sua motivação. Não fique frustrado com o fato de isso ainda não ser uma realidade, no entanto, continue a focar-se no quão bom será quando lá chegar.

PROCURAR APOIO

Se o seu objetivo envolve a mudança, alteração de crenças e reestruturação de pensamentos, pode ser difícil fazê-lo sozinho. Alterar hábitos, formas de pensar e de olhar o mundo, quando se está numa situação de desanimo pode parecer impossível. Procure alguém, um grupo, um conselheiro, consultor, psicólogo que possam orientá-lo e fornecer-lhe informação mais detalhada sobre como pode ser mais eficaz, positivo e reaver esperança no futuro e em si mesmo. Querer fazer tudo sozinho e desapoiado pode vir a comprovar-se como uma estratégia ineficaz.  Você pode até conectar-se com alguém que já andou por caminhos semelhantes e perguntar-lhe que estratégias seguiu.

FOCAR-SE NO POSITIVO E NÃO NO DESTRUTIVO

O condicionamento cultural ensina-nos a sermos críticos, mas por vezes de forma exageradamente negativa. Não pense sobre as dificuldades, reconheça-as para que possa planejar adequadamente, mas não se concentre e fixe demasiado nelas. Essa seria a maneira mais simples de destruir a sua motivação. Foque-se no resultado e como isso irá beneficiá-lo. Se você está procurando um emprego, por certo deve focar-se no processo de entrevista, mas isso não deve impedi-lo de pensar  na possibilidade de ser bem sucedido. Dirija a sua energia para o que você quer que lhe aconteça, e para o processo que pode tornar isso realidade. Certamente a sua motivação irá aumentar e ajudá-lo a obter o que deseja.

 

DEIXAR DE FAZER O QUE O TEM IMPEDIDO DE CHEGAR ONDE PRETENDE

Estamos chegando perto do final de 2011. Provavelmente você pode sentir uma pontinha de tristeza, desilusão e frustração porque as promessas e objetivos que traçou para si no inicio do ano, desvaneceram-se, e a grande maioria pode ter ficado por completar, ou até pelo avançar dos meses tenha desistido de algumas. Importa então questionar-se:

  • Mas porque razão não consegui atingir os meus objetivos?
  • O que me mantém preso nos mesmo padrões incapacitantes? (exemplo: porque continuo incapaz de perder peso, ganhar mais dinheiro, encontrar o amor que realmente quero, ou fazer as outras inúmeras coisas para tornar-me feliz?)

motivação

Em seguida apresento quatro obstáculos que podem afastá-lo dos seus objetivos:

VOCÊ NÃO CLARIFICA BEM O QUE QUER

Talvez você até possa saber que quer ter mais amigos, ou quer ganhar mais dinheiro, ou quer começar um negócio. Você provavelmente tem pelo menos uma vaga ideia sobre o que pretende, mas já pensou cuidadosamente sobre o realmente quer, até ao último detalhe?

Um exercício que certamente irá clarificá-lo acerca do pormenores dos seus objetivos pretendidos é despender um tempo razoável respondendo a perguntas do género:

  • O que você quer?
  • Quem estará envolvido?
  • Que informação é necessário recolher?
  • Que coisas novas tem de aprender?
  • A que horas pretende levantar-se
  • Que esforço extra é necessário?
  • Quando pretende alcançar o objetivo?
  • Que recursos são necessário?
  • Que competências e habilidades tem de adquirir ou melhorar?

Estas questões estão de acordo com algumas das estratégias anteriormente referidas. Ao levantar estas questões, você vai ter de fazer uso da sua imaginação e do seu querer e não propriamente orientar-se por sentimentos de incapacidade. Quando você consegue colocar o “futuro nos seus sapatos“, começa a imaginar a vida a partir desse ponto de vista, com uma ideia real e concreta sobre o que você necessita trabalhar e aplicar-se. Os seus objetivos serão claros e você saberá exatamente o que quer e o que fazer para lá chegar.

VOCÊ NÃO TEM UM PLANO

Talvez você saiba o que quer muito bem. No entanto, se você não tem um plano devidamente estruturado, provavelmente nunca será capaz de alcançá-lo. Agir é primordial, mas se você está apenas a agir sem uma estratégia ou noção acerca daquilo que pode ser eficaz e necessário para atingir o que pretende, corre o riso de não estar fazendo progressos consistentes e constantes na direção do seu objetivo. Sem um plano, você até pode dar um passo que o coloca mais perto do que quer,  mas o próximo pode afastá-lo irremediavelmente.

Um exemplo comum disso é quando alguém tenta iniciar um blog na Internet. Muitos blogueiros novatos ficam seduzidos pela possibilidade de ganhar dinheiro “facilmente”. Tentam de tudo, saltando de ideias e oportunidades, querendo rapidamente  atingir resultados de excelência, comprovando num curto espaço de tempo que realmente não estão fazendo qualquer progresso.

A solução para isso é procurar informação credível ou estudar alguém que seja bem sucedido no que você deseja alcançar e seguir o mesmo plano para chegar lá. O sucesso deixa pistas, então siga-as e use-as para construir o seu próprio plano para guiá-lo no caminho que tem de percorrer. Se pretende construir um plano à medida dos seus desafios e objetivos, leia o artigo: Planificação e estratégias, duas armas para alcançar o sucesso.

VOCÊ NÃO TEM UMA ESTRUTURA MENTAL POSITIVA

Você provavelmente projeta o seu futuro baseado nos seus pensamentos negativos. Com este tipo de pensamentos em mente, deve concordar que torna-se difícil motivar-se para algo. Se ao longo do tempo devido a um conjunto de fatores começou a cristalizar um tipo de pensamento que o puxa para baixo, lhe retira capacidade olhando de forma pessimista para os seus objetivos, o seu campo de ação vai ficando restrito. Você pouco a pouco começa a retirar-se das coisas porque não consegue vislumbrar soluções satisfatórias. Tudo isto em grande parte devido à forma como estrutura os seus pensamentos.

Você pode precisar de tomar algumas ações para corrigir a situação. Deve esforçar-se por criar uma visão mais construtiva e positiva da vida. Reestruture a sua forma de pensar com o objetivo de maximizar as suas chances de sucesso. Pode aprender como criar uma estrutura mental positiva, lendo os artigos:

VOCÊ NÃO TEM A MENTALIDADE ADEQUADA

Por vezes o que impede muitas pessoas de encontrar o sucesso que querem é não ter a mentalidade adequada. Se você está querendo alcançar algo que está fora da sua zona de conforto, é importante perceber quais são as suas crenças limitadoras e alterá-las. Ter medo de  não ser bom o suficiente, dúvidas se você possui as habilidades necessárias, ou mesmo hesitações se aquilo que quer deve mesmo fazer, são comuns.

Importa que perceba, que de forma antecipada nunca saberá se irá ser bem sucedido. Desta forma o medo, receio e dúvidas devem servir apenas para você perceber que existe um grau de incerteza na obtenção daquilo que deseja e que deverá preparar-se o melhor que conseguir para ir ao encontro dos seus objetivos. O medo não deve servir como um paralisante da sua vontade.

Se você tem uma crença de que é muito tímido para convidar alguém para sair, então enfrente isso!  Melhore a sua confiança, trabalhe na sua auto estima, aprenda como iniciar uma conversa e convide alguém. Se você acha que não consegue perder peso, então enfrente isso! Melhore a sua alimentação e rotina de exercícios físicos e verifique se funcionou. Muito provavelmente vai verificar que afinal é possível, que tem vindo a você acreditar em algo que era falso.

Não se detenha devido às sua crenças limitadoras, refute-as. Faça coisas para provar o contrário. As crenças limitadoras normalmente baseiam-se em suposições que você nunca contestou e nunca tentou desmistificar através da prática. Vale a pena sair da sua zona de conforto, enfrentar alguns receios e sentir o sabor de ser bem sucedido. Mas antes certifique-se que trabalhou na sua mentalidade. Certifique-se que abandonou as crenças que repetidamente têm empurrado você para o fracasso. Identificar exatamente o que está no seu caminho é o primeiro passo para deixar para trás os obstáculos que o impedem de chegar onde pretende. Se sente que vale a pena por à prova algumas das suas crenças limitadoras, leia o artigo: Mude as suas crenças, evolua a sua mente.

Abraço