É muito comum quando se enfrenta um problema de ordem emocional que às vezes uma pessoa simplesmente não consiga encontrar qualquer quietude, independentemente do lugar em que se encontra. Talvez você tenha um transtorno de ansiedade generalizada, uma dor crônica, ou esteja extremamente preocupado com uma criança ou outro ente querido, ou que tenha sido rejeitado no amor, ou encontra-se com dificuldades financeiras. Utilizando uma analogia, é como se houvesse um ninho de abelhas no seu peito. Perante o mau momento que se atravessa, o que pode ser feito para temporariamente distanciarmo-nos do problema e encontrar um momento de tranquilidade?

Mude o canal da sua atenção

Às vezes, nada parece funcionar para encontrar paz de espírito. Você percebe que por mais que se esforce não consegue tranquilizar a sua mente o tempo suficiente para aliviar os pensamentos preocupantes. Na verdade, se você tenta encontrar justificações para as razões porque se encontra nesse estado terrível, esse processo faz aumentar ainda mais o incómodo. Ou até mesmo, quando você incansavelmente tenta encontrar uma solução para o seu problema, exacerba ainda mais o seu mal-estar. Provavelmente você continua a sentir-se horrível, oprimido, irritado, com medo, inadequado, ou deprimido. Nesse estado o que pode ser feito?

Às vezes, o mais simples pode funcionar. Experimente mudar o canal. Experimente mudar o canal da sua atenção, tomando algum tipo de ação. Assistir TV, comer um queque, pedir um abraço, sair da casa, algo (não prejudicial) que possa retirar o foco das coisas que estão causando o incómodo ou sequestro emocional.

É obvio, que a mudança de canal não soluciona as causas do problema, e em algum ponto você ainda tem que envolver a sua mente diretamente com o conteúdo do problema e fazer o que puder para resolver o que estiver ao seu alcance. Mas, para que possa fazer isso, importa que você se restabeleça, tome um tempo para si mesmo e recupere as suas forças e alivie a sua mente da enxurrada de pensamentos negativos com que se debate. Há certamente um lugar para descanso ou lazer que poderá ajudá-lo a reabastecer as suas energias.

Além disso, mudar de canal atencional tem o benefício de tomar a iniciativa para seu próprio bem. Isso ajuda a contrariar o sentido natural, mas prejudicial da desesperança que se faz sentir quando se enfrenta tempos difíceis, e suporta a noção de que você e as suas necessidades importam verdadeiramente para o seu bem-estar geral.

relaxar

Como fazer na prática do dia a dia?

Para começar, dê a si mesmo permissão para mudar o canal da sua atenção. Às vezes as pessoas ficam presas numa situação, relação ou sentimento e acham que é mais nobre, sensato, moral, consciente, ou terapêutico ficar imerso e envolvido com o problema ou incómodo, mesmo que sofra desalmadamente e não esteja ficando melhor. Com isto não estou a querer dizer que você deve suprimir os seus sentimentos ou fugir disso ao primeiro sinal de desconforto, nada disso. Mas também não é benéfico ficar todo o tempo a chapinhar nas lamentações, vitimizações ou sofrimento emocional.

Em seguida, faça alguma coisa. Não precisa de ser ambicioso. Normalmente, quanto mais simples, melhor. Promova o seu prazer físico, isso irá ajudá-lo a acalmar a sua mente e a relaxar o seu corpo. Por exemplo, faça uns alongamentos, descontraia-se rolando a sua cabeça em torno do seu pescoço. Cheire uma laranja. Observe uma flor. Escute o vento. Saboreie uma xícara de chá. Trate bem o seu corpo. Coma alguma proteína. Tire um cochilo. Faça uma caminhada. Faça alguns exercícios vigorosos, se puder. Divirta-se. Assista um filme, oiça uma música, assista um show.

Amplie a sua perspectiva. Olhe pela janela. Considere a sua situação a partir de uma visão panorâmica, um ângulo mais impessoal. Considere como alguém (real ou imaginado) que o ama profundamente iria olhar para a sua situação. Pense nisso relativamente aos outros sete bilhões de seres humanos, ou na história da humanidade. (Claro, não para diminuir, demitir ou envergonhar-se da sua própria dor).

Realize algumas tarefas em que possa exercer algum controle e que em retorno o façam sentir-se orgulhoso de si mesmo. Algumas pessoas com depressão relatam-me que quando se propõem a fazer a cama isso dá-lhes uma sensação de realização. Faça algo simples, por exemplo, dobrar um par de guardanapos, separar os garfos grandes dos pequeninos, endireitar uma prateleira de livros.

Conecte-se com outros (desde que você não se sinta sobrecarregado com isso). Ligue para um amigo. Cuide do seu animal de estimação, se tiver um. Sente-se num café cheio de estranhos a desfrutar da agitação, se isso não o incomodar. Vá em algum lugar que alimenta o seu coração. Talvez sentar-se debaixo de uma árvore, ou observar o mar. Talvez uma igreja ou um templo. Ou um parque com crianças brincando, um museu, ou um jardim.

Por vezes, a vida é difícil, e alguns dias da nossa vida são mesmo muito difíceis, de tempos em tempos. Faça o que você precisa fazer para mudar o canal da sua atenção para que em retorno fique mais revigorado e capacitado para solucionar os problemas que enfrenta.

Tem dias,

Tem dias que acordo sem vontade, mas cambaleio com os olhos no objetivo,

Tem dias que bate uma ansiedade tremenda, mas foco a minha atenção no meu trabalho,

Tem dias que olho no espelho e vejo alguém esbatido pela dor emocional das perdas, fracassos, desilusões, injustiças, palavras amargas, mas sacudo a poeira das tristezas e saio à rua para mais um dia,

Tem dias, que tudo parece errado, que todo o mundo me olha de lado, e eu sinto-me desajustado, rejeitado, amargurado, sorrio, incentivo-me, olho para o lado e sei que amanhã é mais um dia,

Tem dias que me lembro que já tive muitos dias maus, sorrio, sim sorrio, pois superei todos, e hoje é dia para me sentir um afortunado, um sortudo, um lutador, um vencedor, hoje é mais um dia,

Tem dias que são apenas mais um dia,

Tem dias que sei que posso fazer muito por esse dia,

Tem dias que sei que posso fazer muito por mim e pelos outros,

Tem dias que vale a pena ter consciência de que este foi mais um dos melhores dias da minha vida,

É, tem muitos dias, em que cada dia é uma oportunidade de expressar o melhor que existe em mim,

Tem esses dias todos em que vale a pena dizer: amanhã é outro dia.

- Miguel Lucas

Abraço,

Miguel Lucas