Muitos têm sido os comentários que a Escola Psicologia tem recebido. Comentários de felicitação sobre as matérias postadas, dúvidas, ideias, complementos de informação, testemunhos, pedidos de aconselhamento, desabafos, pedidos de ajuda na resolução de problemas pessoais e problemas psicológicos, pedidos de esclarecimento sobre problemas que familiares ou amigos enfrentam, entre outros. Toda esta interação muito nos orgulha e satisfaz, vemos o nosso trabalho reconhecido e acima de tudo vemos o nosso trabalho refletido na melhoria de vida dos nossos leitores.

O que me mobilizou a escrever este post, foram as qualidades emergentes que vi surgirem e tomarem forma ao longo da vida deste Blog. Falo concretamente na esperança estampada nos comentários dos leitores. O feedaback que fomos recebendo deixou-me surpreendido pela positiva. Digo surpreendido, pois o retorno que podemos comprovar, e que está expresso nos milhares de comentários postados (sem censura) nos artigos, apontam para uma realidade concreta. Muitos dos nossos leitores conseguiram renovar a sua esperança na melhoria quando julgavam já não ser possível. Claro que sempre escrevi com o objetivo de fazer chegar até vós informação que seja útil, esclarecedora e acima de tudo que possa ser facilmente aplicada nos problemas, objetivos ou sonhos de cada um. No entanto, o feedback superou as minhas expetativas, quando me apercebi que muitas pessoas se encontravam em sofrimento, dor emocional, com problemas relacionados com a ansiedade, medos, fobias, problemas de relacionamento, desmotivação, negativismos, desesperança começaram a ver uma luz ao fundo do túnel, e tiveram melhorias drásticas com a aplicação das estratégias, dicas, sugestões e explicações apresentadas. O nosso orgulho é imenso :)

ter esperança

COMENTÁRIOS ESPERANÇOSOS

Silvia: Eu só queria dizer que quando estava prestes a me suicidar encontrei esse blog. Passei a ler todos os dias e isso foi me fazendo ficar cada dia melhor. Não tenho palavras para expressar a gratidão que sinto pelo autor destes artigos. Obrigada!!

Mary: Olá! Já vi várias matérias e blogs sobre esse tema, mas nunca achei um tão abrangente! Parabéns! Tive que segurar o choro pois estou passando por um período em que minha fobia está me sufocando,vivo desde criança com isso mas aprendi sozinha com o tempo a driblar os sintomas. Me forçava a permanecer a ficar com as pessoas, estava funcionando, mas passei por um período grande de estresse no trabalho que me deixou doente fisicamente, agora estou em casa pelo inss, e acho que tudo isso colaborou, estou com pânico do meu trabalho e a fobia social piorou minha vontade é não sair do quarto, mas não tenho um quarto só meu.O pior é que ninguém entende esse problema e acham que é frescura! Mostrarei seu site para quem me conhece e não entende pelo que passo. Muito obrigada, e desculpe precisava desabafar!! Obrigada mesmo !

Sofia: Frequento terapia há muito pouco tempo, para tentar combater a ansiedade social. Ao ler todos estes testemunhos, sinto-me um pouquinho melhor, por constatar que existem muitas pessoas como eu. Temos que ser fortes! Obrigada Miguel Lucas por ter este espaço tão esclarecedor e que permite lermos também sobre outras vivências.

Mara: Olá Miguel, Parabéns pelo excelente artigo! Me surpreendeu saber da quantidade de pessoas, que assim como eu, sofrem de fobia social! É um pouco consolador saber que mais gente também tem que lidar com isso, pois na maioria das vezes sinto que todos ao meu redor são bem resolvidos e eu sou um E.T.!

Joel Diego: Agradeço primeiramente a Deus por ter abençoado que eu encontrasse esse site. Eu estava vivendo tudo isto. Vou seguir todos esses passos, e nunca mais esse medo maligno irá me dominar. Agradeço a quem escreveu esse maravilhoso texto!

Everton: Preciso de ajuda, toda vez que estou com meus colegas ou até mesmo com meu chefe , eu começo a tremer, principalmente a boca , existe alguma maneira de eu combater isso?

Adriana: Como já disse (escrevi) em postagens anteriores, os seus “posts” tem a capacidade de gerar felicidade, pois, nos coloca de uma forma positiva diante da vida e ainda nos oferece a “busca” de mais matérias aos assuntos pertinentes. Deus lhe abençoe sempre!! Atenciosamente,

Mila: Oi Miguel, não costumo postar comentários em artigos, mas o seu está tão bom que me inspirou comentar e te parabenizar! Salvei nos meus ‘favoritos’ para ler de vez em quando, pois adorei a fundamentação e contextualização, vale a pena parar para ler, refletir e colocar em prática. É isso que me proponho a fazer porque também vou iniciar terapia e já comecei lendo algumas coisas. Aqui já obtive várias dicas para melhorar a auto-estima!!! Muito obrigada e fica com Deus. Abraços

Dercio: Parabéns pelo artigo. Acredito que continuar a ler as sugestões dadas por você irá melhorar muito a minha maneira de viver e conviver e ainda enfrentar qualquer dificuldade que me apareça. Dercio, Moçambique. Abraços

Claudia: Ola! Sou do Brasil e me sinto muito feliz em ter conhecido seu trabalho, gosto muito dos temas que aborda, já procurei muito ler sobre eles anteriormente mas nunca havia encontrado algo com um conteúdo tão rico, consegue transmitir o assunto de uma forma que o leitor entende e ao mesmo tempo aprende, muito bom mesmo, quero continuar acompanhando seu trabalho pois está me ajudando a enxergar a vida de uma forma mais positiva, obrigada por sua ajuda estou muito satisfeita em ter tido essa oportunidade de poder contar com tanto aprendizado.

PROCURA DE SOLUÇÕES

Todos estes leitores, e milhares de outros chegaram ao blog procurando respostas para os seus problemas, procurando uma forma de melhorarem algo nas suas vidas, de entenderem-se melhor, encontrar soluções, caminhos, alternativas que lhe transmitam esperança e perceberem que é possível encontrarem estratégias práticas que possam ir ao encontro dos seus desejos e objetivos.  E isso tem sido possível aqui na Escola Psicologia.

Muitos foram os feedbacks que passaram a mensagem:

“Se tivesse tido anteriormente o conhecimento que encontrei na Escola Psicologia, certamente teria sofrido menos, não tinha prejudicado tanto a minha vida e não tinha abandonado os meus sonhos. Mas ainda estou a tempo, começarei a olhar para a vida de uma forma mais positiva e esperançosa.”

O ENTENDIMENTO É PROMOTOR DE BEM-ESTAR

Quando começamos a percebe como dialogar connosco, como funcionam as nossas emoções  e a desapegar-nos dos nossos pensamentos e sentimentos negativos, existe uma nova forma de olhar os velhos problemas. Quando se percebe que não somos os nossos problemas, nem os nossos transtornos, medos e incapacidades, ficamos numa posição de perspetivar outros caminhos, outras formas de arranjar soluções que dependam de nós e do nosso entendimento. E isto é tremendamente esperançador.

O MAIS DESENCORAJADOR E ANGUSTIANTE É O SENTIMENTO DE IMPOTÊNCIA

Ao ler os comentários dos leitores nos mais diversificados temas, o que mais salta à vista é o sofrimento provocado pelo sentimento de impotência que a pessoa tem face ao que sente ou ao que enfrenta. O sentimento de impotência é castrador, incapacitantes e destruidor. Coloca a pessoa na grande maioria das vezes com uma atitude negativa face a si mesmo. A pessoa julga ser o principal problema de estar com um problema. A pessoa sente-se diferente, sozinha, por vezes instala-se um terrível sentimento de culpa de estar na presente situação. A pessoa vai personalizando as suas incapacidades, dificuldades, medos, angústias e problemas até ao ponto de ficar desencorajada e sem esperança.

No entanto, quero transmitir que existe esperança depois da derrocada e fracasso.

Quero espalhar esta mensagem: Existe esperança em voltar a sentir-se capacitado, existe esperança em conseguir voltar a sentir confiança em si mesmo, existe esperança em recuperar o seu bem-estar e felicidade, existe esperança em ultrapassar as dificuldades, dor emocional, traumas, problemas psicológicos, problemas de relacionamento e medo de falhar ou medo de fracassar.

Afirmo categoricamente a esperança, não só porque tenho conhecimento técnico que permite fazer-me pensar desta forma, mas sobretudo pelos testemunhos dos leitores que se encontravam desmoralizados, impotentes e desesperançados para mudar a sua vida, e conseguiram perspetivar um novo rumo, um rumo positivo. Podemos ver esta ideia expressa nos comentários do Fabiano, da Thaís e do Nuno.

Fabiano: Bom dia, Miguel Lucas. Meu nome é Fabiano sou de Maringá no estado do Paraná, Brasil. Venho agradecer a você pelo seu trabalho no site escolapsicologia, trabalho com web há sete anos sou desenvolvedor e até conhecer seu site ainda não tinha me dado conta o quanto tenho que mudar para conseguir meus objetivos. Seus artigos estão ajudando a me entender melhor analisar e refletir situações e ações. Sou um iniciante nesta área do conhecimento, mas acredito ter encontrado um excelente guia prático, saiba está mudando vidas com seus artigos. Parabéns e continue com seus formidáveis artigos, muito obrigado.

Thaís: Boa Tarde Miguel, também sou do Brasil, e descobri o seu blog há poucos dias. Estou passando por um momento difícil e seus artigos estão me ajudando muito, principalmente a descobrir que minha felicidade está dentro de mim mesma. Realmente está mudando vidas. Obrigada!

Nuno: Foi muito bom ler este artigo, está bem explicito, nem sempre tive a autoestima em baixo, talvez tenha sido o excesso de confiança que me deixou assim, andava realmente confuso mas depois de ler isto percebi o que tenho de fazer. Muito obrigado. Abraço.

COMPARTILHE A ESPERANÇA AOS OUTROS

Hoje sou eu que solicitou a sua ajuda, estimado leitor. Eu, conjuntamente com os leitores (e você  também) estamos construindo um espaço que permite a muitas pessoas esclarecerem-se, desabafarem, colocarem questões, ajudarem amigos e familiares, ajudarem-se a si mesmo, participarem e enriquecerem os artigos postados. Gostaria que o máximo de pessoas pudessem usufruir do conhecimento atual que a psicologia e mais especificamente a psicologia positiva tem para oferecer. Quer seja melhorar uma condição psicológica, um problema pessoal, um relacionamento, contribuir para o bem-estar físico e emocional, ou potenciar uma característica ou habilidade, o objetivo central é: Fornecer informação atualizada sobre práticas, técnicas, dicas, terapias, programas, estratégias que possam facilitar a obtenção dos resultados desejados.

Ajude outros: Passe a palavra, existe esperança na melhoria!

Se este e outros artigos o ajudam, certamente podem ajudar mais pessoas que podem ter muito a beneficiar com os artigos postados aqui na Escola Psicologia. Entre nesta rede de partilha, e partilhe, divulgue ou faça chegar de alguma forma a palavra de esperança a alguém, que tal como você pode beneficiar com a informação disponibilizada.

Em prol de uma vida melhor para todos: Passe a palavra!

esperança

SE MUITOS MELHORAM, MAIS PODEM VIR A MELHORAR

Todos os artigos postados têm por base a ideia que o ser humano pode aprender a ajudar-se. Que cada um de nós, na posse de informação de valor, séria, simples e de cariz prático pode conseguir implementar novas atitudes, hábitos, comportamentos e pensamentos que permitem encarar a vida por um novo prisma. O objetivo que suporta os artigos é sempre disponibilizar informação que facilite a mudança positiva de hábitos, extinguir pensamentos indesejados e tomar o controlo da sua vida nas suas mãos.

Alan: Este site tem me ajudado muito na vida pessoal. É um dos melhores sites que já vi na internet, possivelmente o melhor. Agradeço aos autores do site por este excelente trabalho que além de mim, tenho certeza que tem ajudado muitas outras pessoas. Muito Obrigado

Valdir: Olá, estou aprendendo muito sobre mim nos artigos mas o medo de seguir em frente, de enfrentar situações que por vezes causaram-me desconforto e de estar muito auto centrado, não me deixam arranjar emprego, amigos, tudo por não saber expressar e relacionar-me, as memorias do passado também não ajudam.  Os artigos ajudaram-me porque eu estava no fundo do poço, sem esperança, e não quero la voltar. Obrigado pela vossa existência.

Tal como o Alan e o valdir, expressaram nos seus comentários, muitos outras pessoas podem ser ajudadas. Continuaremos a trabalhar afincadamente para o esclarecimento dos leitores. Continuaremos com a convicção que vale a pena a dedicação, estudo e empenho no sentido de aliviar, melhorar, esclarecer e potenciar a vida de quem quer, necessita e procura. Continuaremos a levar até junto dos leitores a esperança através do conhecimento prático.

Apresento o top 5 dos artigos mais comentados da Escola Psicologia:

ESTE ESPAÇO TAMBÉM É SEU, UTILIZE-O, ENRIQUEÇA-O E DIVULGUE-O

A Escola Psicologia é um projeto educacional e direccionado para toda a comunidade, pelo que a sua ajuda na divulgação do blog e dos conteúdos que publicamos é essencial ao seu crescimento e também à possibilidade de as nossas mensagens chegarem a outras pessoas. Ajude-nos a divulgar este trabalho, usando os ícones de compartilhamento que encontram do lado esquerdo deste artigo! Faça a mensagem chegar aos seus amigos do Facebook, Twitter e Google+, e deixe os seus comentários!

Abraço