Ter força de vontade é um grande impulsionador para tudo na nossa vida. A força de vontade estabelece relações com a capacidade de controlarmos os estímulos, adiarmos a recompensa, autodisciplina e noção de valor da tarefa em mãos. Como o próprio nome indica “força”, pressupõe um determinado nível ou grau. Todos temos força de vontade. O que podemos por vezes não ter é a capacidade de canalizá-la para algumas tarefas, ações, atitudes ou atividades que sabemos podermos vir a ser beneficiados ou que são imperativas para nós. Ainda assim, o nosso nível ou grau de força de vontade, tal como a nossa força muscular, quando treinada, pode ser melhorada. E depois de melhorada podemos aperfeiçoar a capacidade de orientá-la para onde pretendemos ou necessitamos.

VOCÊ GOSTARIA DE TER MAIS FORÇA DE VONTADE PARA MUDAR OS SEUS HÁBITOS?

A força de vontade é muitas das vezes impotente contra a força dos nossos maus hábitos. A questão não se prende com não possuirmos força de vontade, mas sim de não estarmos suficientemente preparados para persistir. Temos também de trabalhar a força de resistência da nossa vontade contra a força de persistência de alguns maus hábitos instituídos.

Existem várias técnicas que você pode usar para reforçar a sua força de vontade e vencer as tentações, a desmotivação, o adiamento, a preguiça, a falta de disciplina, entre outros. Qualquer que seja a sua fraqueza, você pode superá-las, e ainda eliminar o velho sentimento de culpa que por vezes o atormente por não conseguir fazer o que pretende.

Não é que você não queira uma determinada coisa ou objetivo o suficiente. Não é que você não se esforce o suficiente. Não é que seja uma falha no seu caráter. Provavelmente, você simplesmente não tem aprendido e aplicado a maneira correta de tirar o máximo proveito da sua força de vontade.

força de vontade

COMO ACIONAR E AUMENTAR  A SUA FORÇA DE VONTADE

Cada um de nós enfrenta momentos críticos em que nos deparamos com a necessidade de assumir os nossos compromissos e escolhas ou ceder aos nossos maus hábitos. É nestes momentos cruciais que temos que confiar na nossa força de vontade. Temos de confiar na capacidade de dizer não aquilo que sabemos que não nos serve. Temos de focar a nossa atenção naquilo que sabemos que é bom para nós, e simplesmente fazê-lo. Mesmo que se ceda perante um vício, um mau hábito, ou um pensamento negativo, será sempre uma decisão nossa, mais ou menos consciente.

Citação: “Não morda a isca do prazer até que você se certifique que não existe nenhum anzol.” -  Thomas Jefferson

Apresento algumas técnicas eficazes para treinar e reforçar a sua força de vontade para que possa orientar a sua intenção para onde deseja. Utilizar várias estratégias em conjunto é a melhor maneira de solidificar a sua força de vontade.

5 Técnicas para disciplinar e aumentar a sua força de vontade:

1. IMPULSIONE A SUA MOTIVAÇÃO

Tome consciência de uma vez por todas que você irá comprometer o seu futuro se continuar a realizar os seus maus hábitos. Qual será o resultado provável se não tomar um atitude positiva? Não continue a adiar, dizendo para si mesmo que um dia você irá mudar. Em vez disso, olhe para os piores cenários possíveis. É esse o futuro que você deseja para si, e eventualmente para as pessoas que estão ao seu encargo? Construa uma visão nítida do quanto o seu atual comportamento o prejudica.

Você pode ter que fazer algumas pesquisas dos malefícios dos seus maus hábitos. Converse com especialistas que possam informá-lo do que é provável que aconteça se você não se decidir a mudar. Explique que você está tentando entender o peso das desvantagens desse comportamento. Certifique-se que entende todas as desvantagens no sentido de construir uma ideia ainda mais intensa sobre aquilo que você pretende mudar para melhor.

Use tudo isso para impulsionar a sua motivação. Esta é uma motivação pela negativa, mas que pode ser de grande utilidade no sentido de você perceber o que valoriza, o que pretende alcançar e que coisas lhe são significativas. Ao perceber o impacto negativo de alguns dos seus hábitos e o quanto o afastam dos seus objetivos de vida, pode descobrir um gatilho que faça disparar a sua motivação para fazer o que acha ser o mais correto e vantajoso.

2. DESENVOLVA AS HABILIDADES QUE APOIAM A SUA FORÇA DE VONTADE

Uma das razões que pode estar a contribuir para a manutenção do seu mau hábito é provavelmente devido a uma lacuna no conhecimento ou alguma habilidade em falta. Por exemplo, talvez você nunca tenha aprendido a cozinhar refeições saudáveis e saborosas. Portanto, você continua a comer “mal” promovendo o excesso de peso.

A saber: A ausência ou lacuna numa habilidade irá sabotar a sua força de vontade.

Além disso, você pode ter um ponto cego, faltando-lhe conhecimento sobre o quanto o seu mau hábito o está prejudicando. Seguindo o mesmo exemplo, talvez a pessoa nem considere que tem excesso de peso. Por isso é muito importante seguir à risca o ponto 1 (impulsione a sua motivação). A pessoa até pode perceber que tem uns quilos a mais, mas não olha para ela mesma como sendo obesa.

Dica: Tente ganhar o máximo de conhecimento sobre a sua condição. Perceba quais as ausências de habilidades que estão sabotando as suas tentativas de mudança, ou de inicio de mudança.

Você necessita de adquirir conhecimento para suportar os seus novos comportamentos (mais desejáveis). Você necessita estar minimamente preparado para enfrentar os desafios a que se propõe. Depois de ter algum fundamento básico, então você pode procurar apoio mais específico. Por exemplo procurar um mentor que possa ajudá-lo a aprender ainda mais. Essas novas habilidades e conhecimentos irão dar um grande impulso à sua vontade.

3. PROCURE ALGUNS ALIADOS

Não tente quebrar o seu mau hábito sozinho. Você precisa de reforços. Estudos têm comprovado que o incentivo social é uma forte influência na mudança de comportamento. Você precisa de pessoas positivas com quem possa partilhar as suas dificuldades e dúvidas. Mas precisa igualmente de partilhar as suas metas, desafios e conquistas. Essas pessoas podem ajudá-lo em algum momento difícil, podem animá-lo e confortá-lo em alguma pequeno recuo.

Ter pessoas que você partilha os seus objetivos, pode ser um ótimo incentivo à sua responsabilização. Reforça a sua decisão de mudança.

Ao mesmo tempo, identifique as pessoas na sua vida que o puxam na direção errada e tente convertê-las em seus aliados. Explique o que você está tentando fazer e peça a ajuda deles. Se você não conseguir convertê-los em aliados, então você pode precisar distanciar-se até que se torne mais forte.

Amigos e familiares provavelmente querem que você tenha sucesso, mas pode não ser suficiente. Muitas vezes estas são as mesmas pessoas que participam com você no seu mau hábito. Portanto, você pode precisar de um treinador, conselheiro, mentor ou terapeuta para ser seu aliado.

4. USE INCENTIVOS PARA RECOMPENSAR O SUCESSO

Em tudo na vida procuramos reforço. Mesmo que esse reforço seja convertido na forma de um sentimento. Estabelecer um sistema de incentivos pode promover a sua força de vontade. Quando você tem sucesso na implementação da mudança, isso por si só é um grande reforço. Emerge um sentimento de orgulho, de dever cumprido, de capacidade de ultrapassar obstáculos. Mas, esse resultado de sucesso será mais reforçado se você o festejar. Não necessita de ser de forma exuberante ou com recompensas caras. Por exemplo, se você cumprir com êxito o seu objetivo de poupança para o mês, combine um bom jantar com a sua esposa para comemorar.

estímulos cerebro

5. CONTROLE O SEU AMBIENTE

Finalmente, tem que entender o poder que alguns fatores externos podem ter sobre você. Se constantemente gasta excessivamente o seu dinheiro quando vai ao shopping, então, numa primeira fase evite ir ao shopping. Controlar alguns dos ambientes onde se movimenta, pode comprovar-se como muito eficaz. Ainda que a longo prazo este método não seja aconselhado, dado que  você não pode passar a sua vida fugindo das coisas. Controlar o ambiente, é muito útil na primeira fase de diminuição da força do mau hábito.

Aqui está outro exemplo menos óbvio de como controlar o seu mundo físico pode promover a sua força de vontade. Estudos têm demonstrado que o tamanho do seu prato desempenha uma grande influência na quantidade de comida ingerida.  Se você selecionar um prato menor, você vai comer menos.

Ao educar-se e usar o conhecimento sabiamente, você pode definitivamente mudar os seus hábitos mais facilmente para que possa alcançar o seu objetivo mais rápido. O ideal, será que você consiga promover o seu ambiente externo no sentido de facilitar a implementação dos bons hábitos e construir alguns obstáculos à execução daquilo que pretende ver extinto.

Dica: Se você aumentar a dificuldade de alcançar as suas tentações, então, vai ficar menos propenso a executá-las.

Alternativamente, promova as coisas que você quer fazer arranjando forma de facilitar a sua execução para que sejam mais fáceis de alcançar, assim você vai praticá-las com mais frequência. Um exemplo, é a prática do exercício físico. Se você tiver que viajar durante muito tempo para ir ao ginásio, então,  será menos provável que você vá. Por outro lado, se você se exercitar em sua casa, tendo tudo perto de si,  então irá aumentar a probabilidade de você se envolver na prática do exercício físico.

Por vezes, o sucesso ou insucesso da implementação de novos hábitos mais saudáveis relaciona-se fortemente com as barreiras que podem existir. A eliminação das barreiras à implementação de novos hábitos, facilita o trabalho da nossa força de vontade. Ao invés, mesmo que a nossa força de vontade seja razoável, se formos expostos constantemente a ambientes que estejam repletos de tentações e vícios, certamente sairemos a perder.

Abraço