Certamente todos nós temos maus dias, momentos difíceis na vida, ansiedade, stress, angústia, cansaço. Desejamos passar uma esponja por cima de algumas partes do nosso passado. Sentimo-nos enfraquecidos, exaustos da luta, apetece-nos desistir dos nossos objetivos e temos a sensação que as coisas que nos perturbam não irão melhorar. Perante as adversidades da vida, temos de saber lidar com pensamentos e sentimentos negativos, ultrapassar obstáculos ao desenvolvimento pessoal, resolver problemas pessoais e problemas psicológicos, combater a desesperança, ultrapassar o medo provocado pela crise económica, combater o stress, tudo isto contribui para um acumular de mal-estar. É preciso procurarmos formas de equilíbrio e restabelecimento, viver boas sensações e sentirmo-nos melhor.

Alguns dias são melhores que outros. Nesses dias que correm menos bem, normalmente acabamos sendo duros connosco mesmos. Apresento algumas ferramentas para ser mais condescendente consigo mesmo:

1. Continue a caminhar. Não deixe que as mudanças da vida o coloquem fora de jogo, lembre-se que a maioria das circunstâncias incapacitantes e desfavoráveis são temporárias. Ganhe mais clareza, mantenha o rumo, a motivação e esperança e canalize a sua energia numa direção positiva.

Para aprofundar este assunto, pondere ler os artigos:

2. Confie em si mesmo. Acredite nos seus recursos internos, não importa o quê, e você vai crescer com a experiência. Acredite que as respostas normalmente encontram-se dentro de você e que é inteligente o suficiente para descobrir aquilo que precisa fazer. Dê um pouco de tempo a si mesmo e desenvolva a sua paciência. Talvez por vezes tenha de recorrer à opinião ou ajuda dos outros, mas mesmo esse passo depende da sua decisão e busca de compreensão.

Para aprofundar este assunto, pondere ler o artigo: Acredita em ti e nas tuas habilidades

3. Fique de bem com a vida. Lembre-se que o mundo não está contra você e não pretende puni-lo. Provavelmente, por vezes você faz isso para si mesmo. Aprenda a concentrar-se noutras oportunidades, ou noutra direção para olhar o mundo por outras perspectivas.

Para aprofundar este assunto, pondere ler os artigos:

4. Observe os seus pensamentos. O seu pensamento nunca será 100% positivo. Você deve aprender a ignorar os pensamentos negativos e ficar aberto a outras ideias que o ajudarão a mover-se numa direção positiva. Comece a reconhecer os pensamentos negativos e use a sua mente para criar outros mais capacitadores, adequados e construtivos. Ter pensamentos negativos não é um problema, o que é problemático é aquilo que se pensa acerca desses pensamentos e até que ponto influenciam os  seus comportamentos e atitudes.

Para aprofundar este assunto, pondere ler os artigos:

5. Use o seu poder. Aprenda a aceder e direcionar os seus pontos fortes para alcançar os seus objetivos de vida. Acredite que a sua força e inteligência podem ajudá-lo a lidar com qualquer coisa. Lembre-se que você já ultrapassou muitas dificuldades na vida. Oriente os seus pensamentos para as suas forças e virtudes, olhe para os seus valores, capacidades e habilidades. Esforce-se para colocar-se no seu melhor estado de recursos, pondere as possibilidades construtivas e motive-se para encarar a vida com uma atitude positiva.

Para aprofundar este assunto, pondere ler o artigo: 7 Conceitos para descobrir o seu poder

6. Aprenda a amar-se. Você não tem que ser quem você é hoje, e a sua vida não é um script (guião). Mudar a forma como você se sente sobre si mesmo significa a criação de uma estratégia, reunindo algumas ferramentas novas, e tornando-se na pessoa que você quer ser. Uma boa maneira de começar é parar de fazer coisas que o machucam, depreciem ou incapacitem.

Para aprofundar este assunto, pondere ler os artigos:

7. Não queira demasiado. O desejo e o querer pode ser uma poderosa ferramenta de motivação, mas querendo algo em excesso pode ser muito doloroso e ter um preço muito elevado, por isso, regule as suas expetativas,  não viva além dos seus meios ou cobiçando o inatingível. Trabalho e persiga os seus desejos, mas mantenha a sua integridade e bom senso.

Para aprofundar este assunto, pondere ler o artigo: Quando o atleta se esforça demasiado

8. Não alimente a fúria. É sábio ser desapaixonado sobre comentários críticos.  Por vezes agimos antes de pensar, recriminamo-nos posteriormente, e criamos um espaço paro o erro visto que o conseguimos justificar. Aprenda a responder em vez de reagir, e não aja alimentado pela sua ira.

Para aprofundar este assunto, pondere ler o artigo: A consciencialização é o primeiro passo para a mudança

9. Reconhecer que a decepção faz parte da vida. Mesmo as pessoas mais bem sucedidas têm que lidar com a decepção, erro e fracasso, mas eles aprenderam como usá-la para chegar ao próximo nível. O truque consiste em levar em consideração os seus sentimentos,  analisá-los, e em seguida, usá-los a seu favor. Faça coisas para poder melhorar onde falhou e siga em frente. Coloque ação nos seus objetivos e não se paralise pelo fracasso.

Para aprofundar este assunto, pondere ler o artigo: 8 dicas para superar o medo do fracasso

10. Lide com os seus medos. Superar o medo faz você ganhar resiliência, o medo é um gatilho forte para a ação, podemos aprender a lidar com os nossos medos e a superá-lo. O medo é uma emoção que gera muita energia, faz-se sentir no corpo e pode ser incapacitante. Mas, se perceber que essa tremenda energia pode ser canalizada para ajudá-lo a conseguir alguns dos seus objetivos sentir-se-á mais capaz.

Para aprofundar este assunto, pondere ler: Medo, livre-se dessa sensação incapacitante

Sinta-se bem consigo mesmo, até nas situações mais difíceis mantenha-se firme. Seja amigo de si mesmo. Cada vez que você se orienta de acordo com os seus objetivos e metas gera outras oportunidades de fazer as coisas melhor.

Abraço