Obter melhores resultados é uma busca de qualquer um de nós. Esta motivação que faz movimentar o mundo é inerente ao Homem. Desafiar-se a alcançar mais e melhor, desenvolver-se, crescer e progredir. Todos nós em alguma altura da nossa vida desejámos ou iremos desejar aumentar o nosso objetivo. Este é um tópico auto-motivador que deve ser utilizado apenas como uma ferramenta intelectual ou mental. Escolha uma determinada meta que deseja alcançar e duplique-a ou triplique-a. Depois pergunte a si mesmo, de forma séria, o que é que teria de fazer para conseguir atingir essa nova meta.

ENQUADRAMENTO

Para mais fácil conseguir expor esta ideia, vou dar o exemplo de alguém que seja vendedor  numa empresa. Imagine que essa pessoa tinha por objectivo aumentar o seu volume de vendas mensais de 100.000€ para 140.000€. De acordo com o exercício mental proposto, uma pergunta que se poderia colocar a este vendedor era: “O que é que é necessário fazer ou acontecer para que consiga vender 200.000€ por mês?” Provavelmente a resposta ia no sentido da impossibilidade. “Eu já sou o vendedor líder da empresa com os 100.000€, e ninguém pensou que eu fosse capaz de atingir este valor.”

Vamos insistir com o vendedor: Mas o que é que teria de fazer para conseguir? Ele iria continuar renitente na ideia da impossibilidade: “Não, você não entende. Eu quero atingir um valor de 140.000€, e mesmo isso será extremamente difícil, que provavelmente não conseguirei.”

Vou então explicar a este vendedor a ideia que suporta a frase: Aumente o seu objectivo. Se você olhar seriamente para uma meta exigente, como os 200.000€, irá abrir-lhe caminhos para a criatividade, que não seriam vislumbrados se continuasse a olhar para a meta menor de 140.000€. Se a sua vida dependesse de conseguir atingir os 200.000€ para o próximo mês, o que é que faria exatamente?

“Bem, eu teria de conseguir estar em dois lugares ao mesmo tempo. Teria de fazer o dobro das apresentações que faço dos produtos, ao mesmo tempo. Teria de ter os dois clientes presentes ao mesmo tempo.” Nesta fase, o vendedor começa a vislumbrar novas possibilidades, começa a gerar novas ideias, ainda de uma forma que  lhe parece absurda, mas o importante é ir visualizando aquilo que poderia dar resultado.

Para aprofundar este assunto, pondere ler o artigo: Como conseguir atingir objetivos na sua vida

Vejamos o resultado do vendedor ter colocado a hipótese da possibilidade:

“Eu poderia fazer uma apresentação dos produtos a um maior número de clientes, numa sala ou auditório. Eu poderia alugar uma sala num hotel, durante um dia. Eu poderia alugar a sala e fazer a apresentação para 20 pessoas, e servir-lhes café e donnuts.”

NO CAMINHO DA POSSIBILIDADE

Uma vez colocado no caminho da possibilidade e das ideias, muitas outras formas de rentabilizar os procedimentos antigos iriam surgir, até ao ponto em que na realidade, este vendedor estaria no caminho de conseguir atingir o valor de 200.000€. Provavelmente caro leitor, está a colocar a questão, se assim fosse então porque não poderemos imaginar ou desejar ganhar ainda mais, ou estabelecer sempre metas muito maiores. Poder, nós podemos, a questão que se levanta e esta extremamente diferenciadora, é que nem todos nós estamos dispostos ou capacitados para realizar o conjunto de acções que seria necessário fazer para se chegar ao resultado pretendido.

Citação: “O pensamento criativo não é um talento, é uma competência que pode aprender-se.” - Edward de Bono

Importa de forma consciente e razoável, desafiar as nossas metas, crenças e desejos até ao ponto de conseguirmos gerar um brainstorming, e depois reorganizarmos as ideias que surgiram desse exercício verificando a sua viabilidade. Um brainstorming é uma reunião de grupo destinada a incentivar a total libertação da actividade mental, sem restrições. Embora se possam fazer brainstormings individuais, o resultado é normalmente mais fraco, visto que um indivíduo por si só facilmente se limita. Esta técnica funciona tão bem porque, entre outros motivos, “ideias puxam ideias”. As ideias dos outros são por vezes pontos de partida para as nossas melhores ideias. Desta forma, pode fazer um brainstorming individual, ou escolher algumas pessoas da sua confiança e pedir-lhe que o possam ajudar com algumas ideias para a persecução do seu objectivo

Citação: “A melhor forma de ter uma boa ideia é ter muitas ideias.” – Linus Pauling

BRAINSTORMING EM ACÇÃO

Retirando qualquer restrição, esperaremos ver surgir algumas ideias convencionais, outras interessantes, outras aparentemente ridículas – para o exercício funcionar, deve haver exemplos de todas. Caso não surja nenhuma ideia ridícula ou impraticável, é sinal que o brainstorming não foi bem feito: de certeza que houve  inibição de se propor a ideias.

Através desta técnica é aplicado o princípio de libertação do hemisfério direito do cérebro e inibição do esquerdo. A psicologia do comportamento associa os aspectos emocionais, intuitivos, criativos e primários ao hemisfério direito do cérebro, enquanto os aspectos racionais, objectivos, sociais e culturais se associam ao hemisfério esquerdo (por curiosidade, refira-se que o hemisfério esquerdo do cérebro controla o lado direito do corpo e vice-versa). Se removermos as restrições da nossa forma racional de ver o mundo, não encontraremos nós próprios outras perspectivas?

Eu Penso que sim, e isto permite a expansão das nossas metas, que geralmente traçamos baseadas na informação  condicionada do-dia-a-dia. Se tentarmos olhar dentro de nós próprios, para as soluções que conseguimos criar quando nos desafiamos, por certo ficaremos surpreendidos.

Ditado Português: “A dificuldade aguça o engenho.”

Para completar a informação acerca da importância do brainstroming, deixo o seguinte vídeo:

VISUALIZAR O EXERCÍCIO

Deveremos visualizar o exercício, é isto que em determinadas situações da nossa vida devemos propor-nos a fazer:

  • De forma imaginada, tente visualizar-se num objetivo mais exigente, mais arrojado e consequentemente mais difícil de alcançar.
  • Levante questões de impossibilidade, porque razão acha que não conseguiria.
  • Pergunte: se fosse possível fazer algo, o que é que era necessário fazer, mudar ou ter (utilize o brainstorming)?
  • Estabeleça uma consequência drasticamente negativa para o caso de não conseguir atingir a meta mais exigente e ambiciosa que imaginou.
  • Observe a energia e impulso que a consequência anterior lhe transmitiu.
  • Transfira essa energia para as ideias de possibilidade e solução que gerou.
  • Visualize-se com essa energia acrescida a ser bem sucedido nas acções que se propõe a realizar

Relembro-o que todo este exercício de aumentar o seu objectivo, deve ser ser feito de forma mental, de forma imaginada. Só deverá colocar em acção, aquilo que consegue vislumbrar como satisfatório e realizável.

Abraço