Às vezes, não é possível mudar as suas circunstâncias, ou pelos menos não é possível em tempo útil. Você não consegue arranjar um novo emprego de um momento para o outro. Você não consegue mudar a opinião de alguém, contra a sua vontade. E você certamente não pode apagar o passado. Então perante esta inviabilidade, que opções restam? Acredito que as opções sejam, mudar a sua percepção, crença ou opinião sobre as suas circunstâncias. Fazer isso irá ajudá-lo a mudar a sua atitude e, finalmente, permitir que você cresça para lá daquilo que o perturba ou que não pode controlar.

Há mais de de 2.000 anos atrás o filósofo Grego Epicteto disse: “As pessoas são perturbados, não por coisas (que acontecem com elas), mas pelos princípios e opiniões que fazem relativos (aquelas) coisas. Quando estamos perturbados, ou tristes, nunca devemos atribuir isso aos outros, mas a nós mesmos, isto é, aos nossos próprios princípios e opiniões.”

Vários estudos na área da psicologia têm provado que a forma como as pessoas reagem a eventos é determinado predominantemente pela sua visão dos acontecimentos, e não pelos próprios eventos.

Não sabe como mudar a sua percepção das coisas e melhorar a sua atitude?

Apresento sete sugestões que irão ajudá-lo a mudar a sua atitude para melhor:

1. Tranquilize a sua mente

A fim de perceber conscientemente o que se passa na sua mente, você precisa desenvolver uma consciência clara de todo este processo. Para que isso seja possível importa que você ganhe o distanciamento necessário para temporariamente deixar de estar envolvido com os acontecimentos. Por momentos foque a sua atenção na sua respiração. Em seguida faça algumas inspirações profundas, levando mais tempo a inspirar que a expirar. Não banalize este simples exercício. Em caso de dúvida, experimente. Dê-lhe algum crédito.

O foco na sua respiração abre espaço para uma mudança do seu estado interno, permitindo que temporariamente se afaste do turbilhão de sentimentos e pensamentos negativos. Portanto, permita-se a fazer uma pausa dessas preocupações excessivas.

Não diga que você não pode ou que não consegue. Acredito que você esteja a passar por um mau momento, a travar algumas batalhas, que sinta algum tipo de insegurança ou que tenha objetivos importante para alcançar. Mas, uma pausa de tudo isso por alguns minutos pode ser um momento de ouro na sua vida.

É perfeitamente saudável fazer uma pausa e deixar o mundo girar sem a sua preocupação por um tempo. Se não o fizer, você vai esgotar-se. Encontre breves momentos na sua vida para recuperar-se e encontrar a tranquilidade necessária para posteriormente pensar com mais clareza.

Exemplo de um exercício:

Imagine um estado de ser onde reina a tranquilidade e clareza de pensamento. Onde consegue observar-se sem agir. Um estado onde consegue aceder à sua consciência e autoconhecimento. Sinta a força da sua respiração, sinta esse fluxo a atingir cada parte do seu corpo, cada célula. Cada respiração é processada pela sua força. Ela permanece consigo. Sinta a energia na sua respiração. Sinta a sua respiração a reenergizar o seu corpo. À medida que vai respirando, sinta a energia a aumentar. Agora fique com a sua força, sinta-a. Em seguida canalize-a para alguns dos seus objetivos. Oriente a sua força para onde ela mais precisa de estar.

Torne este exercício num hábito. Habitue-se a promover esse estado. Com a prática esse estado passará a ser-lhe familiar. Use-o sempre que se sentir perturbado e a sua razão comece a abandoná-lo. Chame até si esse estado de lucidez e tranquilidade sempre que sentir que está a perder o controle dos seus pensamentos. Permaneça nele o tempo suficiente para clarificar a sua mente e retomar um raciocínio pleno de recursos suportados pela sua consciência.

2. Mude o seu foco

A partir da consciência dos seus pensamentos e emoções você torna-se capaz de redirecionar conscientemente o seu foco para onde deseja. Assim que você perceba que pensar demasiado em determinado assunto prejudica-o, é hora de você aplicar o ponto 1. Tranquilize a sua mente por breves momentos e em seguida, oriente conscientemente o seu foco para algo que possa alterar o seu estado para melhor.

Concentre-se no próximo passo lógico e significativo que o pode ajudar a melhorar a situação e consequentemente a sentir-se melhor. Mantenha a esperança viva através da sua positividade. Por mais difícil que a situação seja, não deixe que a dor se transforme em desespero, e o desespero em sofrimento emocional. Não oriente a sua vida pela negatividade. Não deixe a amargura roubar a sua força de vida.

Gaste a sua energia movendo-se para a frente. Mude os seus pensamentos para mudar a sua realidade. Os nossos pensamentos são os fabricantes dos nossos estados de humor, são os inventores dos nossos sonhos, e os criadores da nossa vontade. É por isso que temos de analisá-los com cuidado, e optar por responder apenas aqueles que irão ajudar-nos a construir a vida que queremos.

3. Desdramatize as suas preocupações e abrace a aceitação

Todos nós sem exceção possuímos a capacidade de experienciar paz interior. A paz interior não depende de condições externas, é o que se experimenta quando nos desapegamos do ego e das preocupações. A paz pode ser encontrada dentro de você em qualquer lugar e em qualquer momento. Está sempre lá, esperando pacientemente que você volte a sua atenção para ela.

A paz de espírito chega no momento em que não estamos em conflito interior. Isso acontece por exemplo, quando estamos bem onde estamos e como estamos. Esta aceitação das coisas como elas são cria a base para a harmonia interior. A necessidade para que algo seja diferente do momento que estamos a experimentar pode transformar-se numa preocupação, e preocupar-se pode conduzi-lo a um ciclo de pensamentos intrusivos.

Lembre-se, a mesma parte de você que anseia pela paz é a parte de você que experimenta a paz. Não é complicado de conseguir e é tão simples como aceitar o momento e conduzir a atenção para o pensamento desejado.

4. Pratique a gratidão

Ainda que você possa querer alcançar mais objetivos, sonhos e desafios na sua vida, isso não não invalida que não possa apreciar o que já tem ou que já conquistou. Se não tem o que você deseja, certamente tem o suficiente que lhe assegura muitas coisas básicas na vida que lhe passam despercebidas. Seja grato por aquilo que tem, e também grato por tudo aquilo que você não tem mas deseja alcançar. É uma maneira bonita e agridoce de pensar tudo de uma vez.

Se ainda não alcançou o que pretende, significa que ainda há muitas possibilidades disponíveis de poder vir a realizar-se. Encontre equilíbrio no pensamento de que você nem sempre pode ter o que deseja. Porque, se assim não fosse, não haveria mais nada a experienciar. Valorize o que você sabe, e também valorize as inúmeras coisas que ainda não entende ou ainda não alcançou. Na perspectiva gerada por aquilo que precisamos saber ou alcançar, está a alegria de crescimento.

A vida será sempre incompleta e um pouco assimétrica. Perceba isso e abrace isso. Seja grato pelo que você tem e ao mesmo tempo por aquilo que está para vir. Se você tivesse tudo o que deseja, a sua jornada teria chegado ao fim.

5. Interprete as suas lutas como dores de crescimento

Lembre-se que a felicidade, paixão ou o sucesso na grande maioria das vezes não existem sem esforço. Se a estrada é fácil, alegre-se com isso. Mas se o caminho tem sido um pouco tortuoso, não desespere, algo irá florescer. Muitas das nossas lutas ajudam-nos a crescer, mesmo que isso seja difícil de entender e aceitar no momento. As circunstâncias irão direcioná-lo, corrigi-lo e aperfeiçoá-lo ao longo do tempo.

Às vezes, essas circunstâncias derrubam-no, isso é difícil. Haverá momentos em que parece que tudo o que poderia dar errado está acontecendo de errado. E você pode sentir que isso sempre irá acontecer desse jeito, mas não vai. Quando sentir vontade de desistir, lembre-se o que de positivo pode retirar e vir a servir-lhe no futuro?

Às vezes você tem que passar pelo pior, para chegar ao seu melhor. Porque as nossas oportunidades mais significativas são frequentemente encontrados em tempos de grande dificuldade. Assim, você terá de enfrentar a sua maior oposição quando está mais próximo de seu maior milagre.

mudança

6. Procure um novo inicio, em cada ciclo terminado

Tudo na vida tem que chegar a um fim em algum momento. É importante reconhecer e aceitar o fim de algo e saber afastar-se de forma sensata quando algo atingiu o seu término. Por exemplo, fechando a porta, virando a página, seguindo em frente. Não importa como você apelida essa decisão, o que importa é deixar o passado onde ele pertence para que possa desfrutar a vida que ainda está disponível para ser vivida.

Esse final específico não é o fim, é apenas a sua vida a começar de novo de uma maneira nova, numa determinada área de vida. É um ponto final num capítulo da vida para se iniciar um outro. Escreva a primeira página desse novo capítulo e siga escrevendo de acordo com tudo aquilo que você já aprendeu e possa facilitar a obtenção dos resultados futuros.

7. Quando tudo mais falhar, use o seu corpo

A mente reflete o seu corpo, respondendo aos seus níveis de tensão, frequência de respiração, velocidade de movimento e foco mental. Da mesma forma o seu corpo reflete os seus pensamentos, sentimentos, humor e responde ao seu estado de espírito, às perguntas que você faz e às palavras que você fala. Então, se a mente e o corpo estão intrinsecamente conectados, significa que um tem um efeito direto sobre o outro, torna-se claro que, se direta e conscientemente assumir o controle de um, ele irá influenciar e transformar o outro.

Se conscientemente usar o seu corpo para influenciar diretamente o seu estado de espírito, isso ajudará a mudar a sua atitude. Imagine que você está sentindo mau humor, apresentando-se com ombros pendurados para a frente, respiração superficial e testa franzida. Se você pretende mudar o seu estado, faça o oposto. Coloque-se de pé, endireite o tronco, olhe em frente e coloque uma expressão animada na sua face. Faça algumas respirações profundas e fortes, estique os braços para o ar. Em seguida observe como se sente? Certamente bem melhor.

Resumindo: use a sua maior benção, o seu corpo, pois ele é a melhor ferramenta para mudar a sua atitude num instante.

E quanto a você? O que o ajuda a mudar a sua atitude de negativo para positivo quando a vida fica estressante e dolorosa? Deixe um comentário abaixo e compartilhe os seus pensamentos e insights.

Abraço,

Miguel Lucas