Alguma vez já lhe aconteceu querer muito alcançar algo e quanto mais se esforçava mais se afastava do seu objectivo? Isto é experienciado pelos atletas, que ao quererem muito alcançar um objectivo exigente se auto-consomem não conseguindo pensar em mais nada. Este é o ponto central da questão, o esforço em demasia durante a competição retira capacidade e energia ao invés de dirigir todo o foco para a competição. Não me estou a referir ao facto do atleta se desmobilizar da competição, pelo contrário, terá tanto mais sucesso quando mais se permitir executar aquilo para o qual está preparado, e não tentar de forma exagerada alcançar algo onde supostamente irá ser necessário um esforço acima das suas capacidades. É sobejamente importante traçar um objectivo intencional, exigente e desafiador, tal como obter uma determinada classificação, pontuação ou tempo, mas estes pensamentos deverão ocorrer antes da competição e nunca durante a mesma.

SABER ORIENTAR O FOCO ATENCIONAL

Na grande maioria das vezes quando o atleta se foca demasiado naquilo que quer alcançar (objectivo final), afasta-se do seu objectivo de performance que é dirigir toda a sua atenção para o processo que irá permitir alcançar o resultado desejado. Se o atleta se concentra no processo (objectivo de performance), irá mobilizar a sua energia para os mecanismos internos necessários às execuções motoras imprescindíveis para desempenhar a tarefa competitiva. No caso do atleta se concentrar em demasia no resultado final e com isso dar inicio a um esforço exagerado, como se soubesse de forma antecipada que não irá conseguir o resultado pretendido, e como tal tem de fazer mais qualquer coisa do que aquilo que supostamente seria capaz. Este tipo de pensamento para além de retirar a confiança em si próprio, não permite o atleta accionar aquilo que está habituado a fazer no treino, que é executar de forma eficaz um conjunto de acções motoras que lhe permitem alcançar o que é realmente capaz de fazer.

ACREDITAR NO CORPO

O segredo é realmente o atleta relaxar-se, e permitir que corpo e mente façam aquilo para o qual estão treinados, acreditando que isso é suficiente para ser bem sucedido. Não esquecendo que para tal o atleta tem de previamente colocar-se no seu melhor estado de recursos e assim alcançar a sua Zona de Óptimo Funcionamento Competitivo.
Querer melhorar um resultado pessoal, ou querer obter uma melhor qualificação, são objectivos (objectivo final) que motivam o atleta para o treino, para a dedicação e esforço necessários à melhoria das capacidades físicas e mentais. Durante a competição estar a pensar em bater um recorde, não ajuda à sua obtenção, pelo contrário só serve como consumidor de energia. Tomado por exemplo a modalidade de natação, aquilo que é necessário o atleta focar-se é em nadar rápido, no ritmo da braçada, na respiração, no fundo concentra-se na sua prova (objectivo de performance).

ROTINAS PRÉ-COMPETITIVAS

Para que no dia da competição o atleta não seja assombrado por pensamentos demasiado focados nas expectativas de resultado, seja por objectivos pessoais ou objectivos externos, como a pressão do clube, dos pais ou dos media, é necessário treinar e implementar rotinas pré-competitivas, aquilo que na aplicação dos meus Programas de Treino Mental apelido de “Carregar o Modo Competitivo”.
Carregar o Modo Competitivo de certa forma é treinar o atleta a focar-se nos objectivos de processo, estes objectivos são no fundo todas as estratégias que são necessárias activar (relembrar e pensar) para que o atleta faça em competição, sem interferências ou barreiras, aquilo para o qual treinou e se capacitou durante o treino – o seu resultado previamente treinado.

No dia da competição este resultado previamente treinado, pode ser sabotado por um inúmero conjunto de factores, que na grande maioria das vezes é o próprio atleta.

Para que o atleta não se transforme num sabotador do seu próprio resultado desejado, deverá então em competição:

  • Evitar esforçar-se demasiado
  • Focar-se nos objectivos de processo
  • Accionar as rotinas pré-competitivas (Carregar o Modo Competitivo)
  • Colocar-se na sua Zona de Óptimo Funcionamento Competitivo
  • Focar-se na competição

“Tens de pensar nas grandes coisas enquanto vais fazendo pequenas coisas, para que todas as pequenas coisas caminhem na direcção certa” – Alvin Toffler

Bons treinos.