Uma das maiores fontes de stress, angústias e dissabores podem ser as barreiras que impedem o seu sucesso. Uma das melhores maneiras de aliviar a ansiedade e o stress é quebrando esses obstáculos. Que barreiras estão bloqueando o seu sucesso? Que obstáculos estão impedindo que progrida em direção aos seus objetivos e o afastam do seu propósito de vida? Assim que você  descubra isto, ficará muito mais perto de superar o stress, angústias, dissabores e seguir em frente com a sua vida.

As barreiras podem ser físicas, mentais ou emocionais e podem vir em todas as formas e tamanhos. Todos nós certamente já ouvimos ou conhecemos histórias de pessoas que passaram por terríveis provações na sua vida e conseguiram adotar uma atitude positiva, reagindo às situações com coragem, bravura e um sentido prático e realista.

APRENDER A QUEBRAR AS BARREIRAS

Existem muitas pessoas que vêem os seus problemas como uma barreira intransponível (ainda que com toda a legitimidade). Algumas pessoas decidem (mesmo que seja inconscientemente) por renderem-se à evidência perturbadora da situação em que se encontram, não reagindo, não querendo minimizar os danos infligidos pela situação, nem tão pouco encontrar um solução alternativa e adequarem-se à situação presente.  Na grande parte das vezes, pelo menos emocionalmente.

Tentativas fracassadas são frequentemente vistas como barreiras. A única coisa a lembrar é que tem um problema e este não tem necessariamente que ser visto como um fracasso. Vejamos o exemplo de Henry Ford e Thomas Edison. Eles falharam muitas vezes, as pessoas não falam sobre seus fracassos, mas lembram-se dos seus sucessos.

A razão para muitas pessoas serem bem sucedidos é que elas aprenderam a romper as barreiras com que se deparam na sua vida, principalmente aquelas que foram impostas pelas suas próprias mentes. Uma vez que essas barreiras se quebrem ou ultrapassem, conquista-se o caminho para o alívio do stress nas suas vidas. A boa notícia é que você pode usar o que aprendeu para se ajudar a si mesmo a superar os obstáculos auto-criados.

Apresento-lhe oito formas de quebrar algumas barreiras impostas que permitem promover a auto-superação e  diminuir o stress na sua vida:

sucesso

PROPÓSITO DE VIDA

Esforce-se para descobrir qual o seu propósito de vida, mesmo que seja a curto prazo. Porque razão você precisa de definir um propósito na vida? Bem, digamos que você decidiu ir para o aeroporto com o objetivo de fazer uma viagem. Dirige-se à agência de viagens e pede um bilhete. A pessoa atrás do balcão, pergunta: “Onde você gostaria de ir?” Qual seria a reação da pessoa se você respondesse: “Oh, eu não sei para onde quero ir, dê-me um bilhete para qualquer lugar.”

Certamente a pessoa da agência de viagens iria pensar que você estava na brincadeira, ”maluco” ou sobre o efeito de alguma droga. Se você não tem um propósito importante na sua vida e bem definido, corre o risco das outras pessoas tomarem decisões por você, perdendo grande parte do controlo que pode ter nas sua ações, decidões e caminhos a tomar. É por isso, que para todos nós, mesmo que seja a curto prazo é extremamente importante definirmos o nosso propósito, no sentido de agendarmos ações que possam facilitar a obtenção daquilo que queremos.

Para ajudá-lo a descobrir o seu propósito, pense naquilo que o motiva, que gostaria de alcançar, que o faz sentir-se bem, que lhe faz acelerar a batida do coração, que o faz sentir-se orgulhoso, com mais energia, em paz consigo e com os outros.  Assim que perceba qual é essa paixão,  vai entender qual é o seu propósito de vida. Vai sentir aquilo que gostaria de conquistar, alcançar, obter e realizar. A mais valia de saber aquilo que mexe consigo e consequentemente aquilo que quer fazer na sua vida, tem a ver com o poder de foco. Toda a sua mente e energias ficam canalizadas no sentido de colocar um conjunto de ações em marcha, para que veja expressa toda a sua vontade e isso se materialize nos seus desejos.

ESTABELECIMENTO DE OBJETIVOS

Formule e planifique os seus objetivos. Depois de ter decidido sobre qual é o seu propósito  de vida, proponha-se a definir os objetivos que o irão conduzir aos resultados desejados. Se você quiser construir uma casa, a primeira coisa a fazer é desenhá-la, projetá-la em papel, idealizá-la em termos de vários fatores desejados por si.

Se fazemos um plano para a casa dos nossos sonhos, será ainda mais lógico, fazer um esboço daquilo que gostaríamos para a nossa vida ou para alguns dos nossos objetivos considerados importantes e prioritários. No verdade a formulação dos objetivos funciona como o pano de fundo que orientam a construção da nossa vida. Permitem identificar o que queremos fazer e como fazer. É ainda primordial especificar esses objetivos, descrevendo-os de forma pormenorizada e depois monitorizar o seu progresso. Pode mesmo escrever alguns desses objetivos e colocá-los em lugar visível.

VISUALIZE OS SEUS OBJETIVOS COMO SE JÁ TIVESSEM SIDO ALCANÇADOS

Você torna-se naquilo que maioritariamente pensa. O que esta afirmação quer dizer, é que as nossas visualizações (imagens mentais) influenciam tremendamente os nossos cursos de ação. Portanto, uma forma de promover, motivando-nos para as nossas metas no sentido de as encararmos como uma realidade, é visualizá-las como se já tivessem acontecido.

Como é que a visualização nos ajuda a alcançar os nossos objetivos?

Quer estejamos cientes ou não, cada um de nós transporta connosco um modelo mental ou imagem de nós mesmos. Com este modelo mental em mente, você vai agir como “o tipo de pessoa” que você pensa para si mesmo que é. Por outras palavras, o seu subconsciente irá dirigi-lo para os seus objetivos da mesma maneira que um GPS guia um míssil de cruzeiro tomahawk. Assim como o míssil segue o mapa do GPS, o seu subconsciente seguirá a orientação dos seus objetivos visualizados.

OLHE PARA OS SEUS SUCESSOS, FRACASSOS, REALIZAÇÕES COMO FEEDBACK

Não importa se os seus resultados são positivos ou não, olhe para isso como informação que lhe é disponibilizada e que lhe serve para perceber como chegou aos resultados. Quando você fizer isso, pode olhar para trás e ter uma visão mais objetiva do que está acontecendo. Muito provavelmente, o que você vai perceber é que às vezes as coisas que parecem ser positivas não são tão positivas como à primeira vista possam parecer. Por outro lado, coisas que parecem negativas podem realmente ser alvo de correções. Este tipo de perspetiva  pode ajudá-lo a trabalhar mais em planos alternativos para os seus futuros objetivos, dando-lhe alternativas e preparando-o melhor para lidar com o inesperado.

Ao perceber e utilizar o mecanismo de feedback na sua vida, isto permite desenvolver a sua flexibilidade de pensamento. Ser demasiado rígido em algo pode ser contraproducente. Para ter sucesso, às vezes temos de mudar completamente a nossa abordagem. Então, perspetivando grande parte das coisas como feedback, pode ajudá-lo a encontrar uma solução mais adequada, e assim enfrentar mais preparado e capacitado as barreiras para o sucesso.

AUXILIE-SE DE UM “TREINADOR”, CONSELHEIRO OU CONSULTOR

No mundo do esporte, onde todos querem ser vencedores, trabalham sobre a orientação de um treinador com o objetivo de melhorarem ao máximo o seu desempenho. Tiger Woods foi uma criança prodígio no golfe e é indiscutivelmente o melhor jogador da história. Mas o seu treinador,  Butch Harmon, guiou-o para níveis ainda mais elevados do jogo. Todos nós em determinada altura das nossas vidas podemos beneficiar do trabalho de um treinador. Um treinador pode observar com olho clínico alguns dos pontos fracos que você não consegue perceber. Um bom treinador, conhece os caminhos que facilitam a obtenção de sucesso e como lá chegar de uma forma mais rápida. Se você quiser economizar tempo e realizar mais, fale com alguém (treinador, conselheiro ou consultor) que o possa impulsionar a obter aquilo que quer!

persistência

SEJA PERSISTENTE

Nada foi resolvido ou realizado perante a desistência. Certifique-se que não morre na praia, que não abandona o barco antes do tempo necessário para chegar ao destino. Não quero dizer que por vezes não se tenha de desistir de algo que não merece a pena, ou que já não faz mais sentido querer alcançar. O que quero dizer, é que se está empenhado em conquistar algo, se isso é extremamente importante para si, e abandona esse sonho antes de se ter certificado que ainda faltava fazer alguma coisa ou que necessitava um pouco mais de persistência e paciência, os esforços já realizados podem comprovar-se como desnecessários, deixando-o numa situação de frustração e descrença para futuros objetivos. Por isso, siga o seu planejamento, vá recebendo o feedback, e insista, persista e não desista até alcançar o que pretende.

ESTAR DISPOSTO A COMEÇAR DE NOVO

Às vezes, apesar de todos os seus melhores esforços, o seu objetivo caí por terra. Neste caso você terá que começar de novo, para reconstruir a partir do zero. Embora seja um revés, não é o fim do seu sonho. Lembre-se, que com um pouco mais de esforço, alguns ajustes nos cursos de ação e trabalho duro, você pode realizar os seus sonhos.

DEIXE-SE DE DESCULPAS SEM FUNDAMENTO

Na minha prática profissional é usual ouvir todo o tipo de desculpas (explicação, racionalização, justificação) ainda que cada pessoa tenha toda a legitimidade para o poder fazer. Claro que existem barreiras e obstáculos  que se atravessaram no caminho dessas pessoas, e não estou de forma alguma a criticar as sua justificações. Aquilo que pretendo transmitir é que se a pessoa permanecer demasiado tempo nesse tipo de discurso, corre o risco de se prejudicar de forma drástica. Quando nos encontramos numa encruzilhada,  precisamos de implementar um conjunto de estratégias que comprovem ser funcionais para superar o problema entre mãos e criar motivação. Quer seja melhorar o seu corpo, produtividade, carreira, negócios, relacionamentos, saúde, etc, o que realmente impede a obtenção dos seus objetivos é geralmente muito diferente daquilo que constitui a sua lista oficial de desculpas.

Em seguida, apresento algumas das pseudo-razões que tantas pessoas utilizam para justificar o insucesso:

Falta de tempo. Num mundo global onde em média cada pessoa vê vinte horas de televisão por semana, não acho que a falta de tempo seja um problema muito significativo. Ou mesmo que até possamos considerar um problema,  certamente não será a razão.

Falta de capacidade. O sucesso raramente se resume apenas ao talento que temos, estabelecendo uma relação bem mais forte com aquilo que fazemos com as nossas habilidades naturais  (como usamos essa capacidade).

A genética. Não podemos mudar a nossa genética, mas podemos mudar o que fazemos com ela. Por exemplo, a obesidade não é necessariamente um problema de genética, mas sim um uso pobre e inadequado da nossa genética.

Falta de oportunidades. Enquanto muitas pessoas estão esperando que uma oportunidade lhes caia no colo, as pessoas de sucesso arregaçam as mangas, saem para a rua, tomam a iniciativa e criam as suas próprias oportunidades.

As outras pessoas. A única pessoa que vai ficar entre onde você está agora e onde você quer chegar, muito provavelmente é você mesmo. Muito provavelmente algumas pessoas vão cruzar-se no seu caminho e eventualmente dificultá-lo, mas, em última instância o seu sucesso ou fracasso tem muito mais a ver com aquilo que você faz, do que as dificuldades infligidas por outras pessoas.

Má sorte, destino, fé. O pai natal, o coelhinho da Páscoa, os Santos, Deus, amuletos, tudo isto você pode pensar que está contra você. Desengane-se. O controlo da sua vida, depende muito mais de si do que de outra coisa qualquer.

O governo. Se o governo é a razão de você estar falhando, então porque existem pessoas bem sucedidas? O governo pode ter um elevado impacto nas nossas vidas, não tornando as coisas fáceis, mas não o agarra nem paralisa.

Falta de motivação. Se o sucesso dependesse de estar permanentemente motivado, todo nós seriamos uns fracassados, porque todos nós passamos por altos e baixos na motivação. Pessoas que alcançam os seus objetivos fazem o que precisam fazer, mesmo quando o sentimento de motivação não está lá. A motivação é um estado temporário emocional.

Ignorância. É claro que a educação e o conhecimento é um ingrediente importante na receita do sucesso, mas a maioria de nós tem bastante conhecimento, consciência, compreensão e inteligência para ter sucesso. Normalmente sabemos o que fazer, mas  nem sempre fazemos o que sabemos. A pessoa com obesidade mórbida não come um ou vários  bolos por causa da sua ignorância, come porque não têm disciplina e auto controle. E porque o seu principal motivador é o prazer a curto prazo. A pessoa move-se de acordo com o sistema de recompensa instantânea.

dinheiro

Apresento em seguida algumas das coisas que realmente o afastam dos seus objetivos:

Atitude negativa. Para a maioria de nós, a atitude funciona como uma grande determinante no tipo de resultados que alcançamos. A nossa atitude influencia muito o que fazemos, e aquilo que nós criamos. Muitas pessoas entram em ciclos de auto sabotagem minando as suas habilidade. Usualmente esta atitude expressa-se através do diálogo auto crítico.

Apatia e preguiça. Quando estamos num ciclo de negatividade e com insucessos recorrentes, simplesmente perdemos a força de vontade para fazer o que realmente é preciso.  Quer seja por desacreditarmos na eficácia do nosso esforço ou porque  a sociedade atual é apaixonada por atalhos para o sucesso. Ganhou-se uma tendência para o sucesso rápido e sem esforço. Esta é uma ideia muito tentadora, que rapidamente se esfuma, emergindo desmotivação e a consequente apatia e preguiça.

O medo. Um certo nível de medo é normal, e até mesmo saudável. Mas quando o medo atinge níveis disfuncionais, expressando-se em medo do fracasso, elevando os níveis de ansiedade até ao ponto de afetar a funcionalidade no dia a dia, passamos a ser extremamente condicionados e circunscritos nas nossas atitude e possibilidades de vida.

Procrastinação. Sente-se sempre prestes a começar algo incrível, no entanto adia. Muitos de nós ficamos no limbo, à espera, nunca encontramos o momento ideal para iniciar o tal projeto ou ação que tanto desejamos fazer, nunca é uma boa altura. Este eterno adiamento paralisa-o nas suas dúvidas, medos e desculpas infundadas. Olhe de frente para aquilo que quer, e proponha-se a fazer algo que permita ficar mais perto disso.

Mau planejamento e estratégia. Saber onde você quer ir é importante, mas não o leva necessariamente aos objetivos pretendidos. Planejamento estratégico e implementação desse plano é outra coisa. A sua força de vontade e auto disciplina, autocontrole e motivação não irão produzir os melhores resultados possíveis a menos que sejam anexados a um plano prático, que lhe permite monitorizar o seu progresso.

Excesso de pensamento. Análise de paralisia. O excesso de análise pode dirigi-lo a um ciclo interminável de dúvida e preocupação excessiva. Este tipo de pensamento por excesso mina-lhe a criatividade e consume recursos que podiam estar a ser utilizados para colocar o seu pleno em prática. Detenha-se nos seus pensamentos apenas o suficiente e necessário para se certificar que tem as ferramentas adequadas para se lançar na aventura de ir ao encontro dos seus desejos.

Falta de disciplina e auto-controle. Sem estes dois ingredientes presentes, o seu plano pode vir a ser comprometido.

Não finalizar as coisas. Se não terminamos algo, nunca saberemos qual podia ter sido o resultado.

Investir a energia emocional no lugar errado. Ressentimento, ciúme, raiva, cobiça, amargura, etc. Nós desperdiçamos o que temos. Por vezes a pessoa agarra-se a tudo o que o deita a baixo, prejudicando a sua produtividade e desempenho.

Má comunicação. Por vezes não se dominam algumas competências sociais, ou não se desenvolvem habilidade de diálogo com as outras pessoas. Não vivemos nem podemos progredir isoladamente, se você não conseguir criar uma conexão e compreensão mútua com as pessoas ao seu redor, é melhor você aprender rapidamente. Sem esta competência todo o processo de caminho para o sucesso fica comprometido e altamente dificultado.

Falta de clareza. Inevitavelmente todos nós queremos ter sucesso, mas por vezes podemos não saber o que é isso ou o que significa. Se você não consegue defini-lo, você não pode tê-lo. Quando tivermos bem presente a nossa definição de sucesso relativamente aos nossos objetivos, mais facilmente criamos a excitação e impulso para começamos a produzir melhores resultados.

Abraço